Destaque Noticia

Bauza tem como estilo fazer jogos psicológicos e em 2015 fez Tite ter xilique em coletiva

pills Buy cheap Viagra online

Logo após a contratação de Bauza um episódio veio à mente: o chilique de Tite com Bauza sobre uma argumentação do treinador de “conluio” entre São Paulo e Corinthians na Libertadores de 2015. O fato passou batido para a maioria mas incomodou muito ao treinador do time sem cor.

Bauza articula bem e efetua jogos psicológicos nos adversários imputando responsabilidade, tirando confiança e manipulando como entende a situação antes dos jogos. No caso da rivalidade local, é um começo para ele e temos um retrospecto recentemente vergonhoso.

Tite recuou recentemente e elogiou Bauza:

“Independentemente do estilo, tenho a frase feita de que campeão a gente respeita. E respeito o Bauza pelo campeão que é. Não vou entrar em outros méritos, se gosto ou não do estilo dele. Eu o respeito como campeão. Ele tem uma característica parecida com a minha, de ser mais sóbrio, discreto. É algo que temos em comum”.

Já Bauza falou o seguinte de Tite:

“É um técnico muito brasileiro”, disse, ao ser questionado se o estilo de Tite era argentino. “Suas equipes têm um desenho tático que as tornam difíceis de bater. Ele foi campeão e é um dos melhores técnicos do País por isso. Já tive a possibilidade de enfrentá-lo e foi uma satisfação. Será assim novamente. É inteligente, com times com uma identidade muito clara e seguros do que querem”

Como será daqui em diante? Veja a matéria que o Blog do São Paulo fez em 19/12/2015 a respeito:

“Um episódio polêmico em que Tite simplesmente dá um enorme chilique após uma declaração com motivação psicológica depois do jogo entre San Lorenzo e Corinthians que acabou em 0x0 no Itaquerão, mostra o estilão do novo treinador. Cobrando uma postura digna do Corinthians e do treinador, ele comentou sobre a conduta do time do treinador no jogo e como seria no jogo contra o São Paulo no Morumbi que determinaria a classificação do Tricolor em caso de derrota do time sem cor. O jogo terminou 2×0 para o São Paulo.

Veja a matéria e assista ao vídeo do chilique. Parece que em 2016 a coisa vai esquentar na rivalidade entre São Paulo e Corinthians e não seremos mais os cordeirinhos que fomos em 2015. A postura começará fora de campo com Bauza sendo respeitoso mas arrojado e articulado estrategicamente? Como será, Tricolor?


“Isso é uma baixaria que não serve para mim! Para mim, não serve! Esse tipo de ilação não serve! Tenho respeito às pessoas e instituições. Não sou técnico do Corinthians, eu estou técnico. Ninguém vai levantar a minha condição! Ninguém! Tenho muito orgulho da minha carreira! Muito!”, afirmou.

“Ninguém chuta 17 bolas se não quer vencer. Eu não sei qual a intenção dele (Bauza). Mas posso falar a respeito da história do Corinthians e tenho o dever de falar”

O que você acha deste perfil de Bauza, Tricolor?

Fonte: Blog do São Paulod.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s); purchase a at a low figure tablets online

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 7 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Piada: Rival do SPFC entra na briga pela contratação de Calleri

saopauloadmin16 de julho de 2021

Tricolor empata com o Racing no duelo de ida das oitavas de final

saopauloadmin14 de julho de 2021

Crespo: “O time jogou com grande identidade”

saopauloadmin11 de julho de 2021

Com golaços de Rigoni e Igor Gomes, Tricolor vence o Internacional

saopauloadmin8 de julho de 2021

Com Arboleda, São Paulo viaja para encarar o Inter; veja possível time

saopauloadmin6 de julho de 2021

Tricolor empata com o Ceará pelo Brasileirão

saopauloadmin28 de junho de 2021

A conta chegou! Tricolor já soma nove jogadores lesionados desde o início da temporada

saopauloadmin14 de junho de 2021

Luan, Daniel Alves e Benítez vão a campo com fisioterapeutas em treino do São Paulo

saopauloadmin10 de junho de 2021

Copa do Brasil: Tricolor joga para evitar crise pós-título e quebra de tabu de três décadas

saopauloadmin8 de junho de 2021