Destaque

Brenner decide após falha e São Paulo abre vantagem contra o Flamengo na Copa do Brasil

O São Paulo abriu vantagem na briga com o Flamengo por vaga na semifinal da Copa do Brasil. Na estreia de Rogério Ceni no comando do time rubro-negro, o Tricolor paulista venceu por 2 a 1, no Maracanã, no primeiro encontro das equipes pelas quartas de final. O jogo de volta acontece na quarta-feira que vem, no Morumbi.

Com dois gols, Brenner se tornou o herói da equipe de Fernando Diniz. Gabigol foi o autor do time da casa, que viu o goleiro Hugo Souza, xodó da torcida, ter falha fatal no jogo. Assim, o São Paulo depende apenas de um empate para avançar na competição. Vale ressaltar que não tem mais o chamado “gol qualificado” como critério de desempate.

Os dois times voltam a campo no sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O Flamengo encara o Atlético-GO e o São Paulo enfrenta o Fortaleza.

Gol vira ponto central em estreia de Ceni

Goleiro dos mais importantes do futebol brasileiro, Rogério Ceni estreou no Flamengo e viu a posição de goleiro ser fundamental no jogo. O novo técnico do Fla escalou Diefon Alves, que se machucou e saiu no meio do jogo. O jovem Hugo entrou em seu lugar, fez boas defesas, mas falhou feio no lance que resultou no gol da vitória do São Paulo.

São Paulo começa abaixo, mas melhora

O primeiro tempo do São Paulo foi bem abaixo da expectativa. Com dificuldades na saída de bola por causa da marcação adversária, os comandados de Fernando Diniz nem sequer finalizaram contra o gol de Diego Alves nos 45 minutos iniciais. A equipe visitante encontrou muita dificuldade para fazer a ligação da defesa para o ataque. A situação foi modificada após o intervalo. Nos minutos iniciais, Brenner recebeu passe de Gabriel Sara e estufou a rede de Tiago Volpi em contra-ataque. O time foi mais firme na marcação e evitou que o adversário criasse tantas chances quanto no primeiro tempo. Com a posse de bola, encontrou alternativas melhores para chegar ao setor ofensivo e teve ao menos duas chances a mais de balançar a rede.

Brenner faz mais de um gol por jogo desde que voltou ao time

Brenner tem média de 1,18 gol por jogo desde que voltou a ser titular do São Paulo. Autor de dois na noite de hoje, o garoto de 20 anos chegou à marca de 13 gols em 11 partidas disputadas como titular da equipe de Fernando Diniz. Ele marcou de duas formas no jogo ocorrido no Maracanã. O atacante contou com passe de Gabriel Sara para marcar no início do segundo tempo e aproveitou erro de Hugo Souza para colocar o Tricolor em vantagem nos minutos finais.

Cronologia

O jogo começou com os dois times se estudando e adotando certa cautela. O Flamengo trocava mais passes e tinha mais a bola. Logo no início, Vitinho obrigou Volpi a fazer boa defesa. Ao mesmo tempo que o São Paulo tentava uma ligação mais rápida entre os setores.

Aos poucos, o Rubro-Negro foi ganhando campo e pressionando o Tricolor paulista, que encontrava dificuldade na saída. Em uma roubada de bola de Gerson, Vitinho achou Gabigol na área, que mandou para fora.

O Flamengo foi ganhando o controle do duelo e achava espaços na defesa adversária. Gabigol recebeu na cara de Volpi, bateu e balançou a rede, mas a arbitragem apontou impedimento, confirmado pelo VAR.

Com dificuldades em sair jogando, característica das equipes comandadas por Fernando Diniz, o São Paulo começou a buscar a ligação direta com o ataque, à base do chutão. Os erros deixaram o setor defensivo ainda mais exposto, com o Fla criando (e desperdiçando) chances.

O primeiro tempo terminou com oito finalizações da equipe da casa contra nenhuma dos paulistas.

Gol e resposta imediata

No primeiro minuto após a volta do intervalo, o São Paulo deu o primeiro chute a gol. E abriu o placar. Gabriel Sara achou o Brenner no meio da defesa. O jovem atacante bateu deslocando Diego Alves e saiu para o abraço. A resposta do Fla, porém, foi rápida. Dois minutos depois, Gabigol recebeu de Bruno Henrique e, com um leve toque, mandou no canto direito de Volpi, empatando o confronto.

Em um momento em que o jogo ficou mais preso entre às intermediárias, o time de Rogério Ceni quase chegou ao segundo, em um erro na saída de bola do adversário. Bruno Alves não dominou passe de Volpi e a bola sobrou no pé de Arrascaeta, que finalizou com o gol vazio, mas mandou para fora.

Aos poucos, toda aquele energia do começo do segundo tempo foi indo embora e as equipes foram diminuindo o ritmo, fazendo um jogo mais “picado”. Ainda assim, em um lance em que a equipe rubro-negra conseguiu acelear, Arrascaeta recebeu na entrada da área e bateu. Volpi fez a famosa “ponte” e defendeu.


Hugo falha e Brenner brilha

No fim da partida, o jovem goleiro Hugo Souza, que virou xodó da torcida, falhou e a estrela de Brenner brilhou. O atacante aproveitou e fez o segundo, garantindo a vitória.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + dezoito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Arboleda renasce diante do Bahia e mostra que tem bola para ser titular

saopauloadmin30 de novembro de 2020

Na Fonte Nova, São Paulo vence o Bahia por 3 a 1

saopauloadmin29 de novembro de 2020

Tricolor empata com o Ceará na Arena Castelão

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Após mais de dois anos, Joao Rojas viaja com o elenco do São Paulo

saopauloadmin24 de novembro de 2020

São Paulo fica somente no empate com o Vasco no Morumbi

saopauloadmin22 de novembro de 2020

Dez motivos que fizeram o São Paulo dar a volta por cima

saopauloadmin20 de novembro de 2020

Tricolor elimina o Flamengo e avança para a semifinal na Copa do Brasil

saopauloadmin19 de novembro de 2020

Tricolor vence o Fortaleza e cola na liderança do Brasileirão

saopauloadmin15 de novembro de 2020

Além do título inédito, saiba o que mais a Copa do Brasil pode trazer ao São Paulo

saopauloadmin11 de novembro de 2020