Destaque

Com “combo”, São Paulo renova patrocínios

Três semanas depois de anunciar a extensão do acordo com o Banco Inter até dezembro, o São Paulo confirmou a permanência de outro parceiro até o final do ano. A construtora MRV, que é controlada pela mesma família que dirige a instituição bancária, ficará com a marca estampada no ombro da camisa tricolor até o fim do mandato da atual diretoria, em dezembro.

A manutenção do negócio com a construtora mineira teve como base uma estratégia que fez o Banco Inter prolongar o contrato: uma extensão do patrocínio para outras modalidades disputadas pelo São Paulo. A MRV estará com a marca na camisa também do time feminino e do basquete masculino do tricolor paulista. Já o Inter está na camisa de treino das mulheres e no espaço máster do basquete.

A estratégia do combo de patrocínios também engloba outros patrocinadores do uniforme do time principal masculino. Betsul (calção), Gazin Colchões (barra traseira) e Urbano (mangas) também ocupam o uniforme do futebol feminino.

“Em um momento em que a economia aparece tão retraída, conseguimos manter uma parceria importantíssima para o clube e que certamente continuará trazendo frutos. Agradecemos a confiança da MRV e continuaremos trabalhando para alcançar os melhores resultados”, disse João Fernando Rossi, executivo de marketing do São Paulo, ao celebrar o prolongamento da parceria com a MRV.

A construtora mineira foi, entre os patrocinadores do São Paulo, quem mais fez iniciativas de ativação do patrocínio em meio à pandemia do coronavírus. A MRV já criou um torneio de videogame com torcedores são-paulinos e dos outros clubes de futebol que patrocina (Atlético-MG, Flamengo e Fortaleza) e também fez uma máscara personalizada com o escudo do São Paulo para ser doada nas ruas.


“Nos orgulhamos em ser a empresa privada com maior atuação no esporte. Apoiamos e continuaremos a apoiar equipes de diversos segmentos, como futebol, vôlei, handebol, basquete, automobilismo e natação”, afirmou Rodrigo Resende, diretor de marketing e novos negócios da construtora.

Assim como acontecia no acordo com o Banco Inter, o vínculo do São Paulo com a MRV ia apenas até o término do Campeonato Paulista. A extensão do acordo apenas até o final deste ano faz parte da estratégia da atual diretoria de marketing, de não estender o patrocínio para além do mandato de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que ficará na presidência são-paulina até o final deste ano.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − oito =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

São Paulo empata com o River no Morumbi

saopauloadmin18 de setembro de 2020

Hernanes celebra marca de 300 jogos e fala sobre empate

saopauloadmin10 de setembro de 2020

Desfalque no jogo de hoje, Diniz responde até quando Pablo deve ficar afastado da equipe

saopauloadmin6 de setembro de 2020

Cotia decide no fim e São Paulo bate o Corinthians por 2 a 1 no Majestoso

saopauloadmin30 de agosto de 2020

Cirurgia de Dani Alves é bem sucedida

saopauloadmin27 de agosto de 2020

Hernanes celebra retorno ao time e destaca importância de o SPFC “aprender a ganhar”

saopauloadmin27 de agosto de 2020

Com gol de Luciano, São Paulo vence o Athletico Paranaense

saopauloadmin26 de agosto de 2020

Conmebol define que Binacional jogará em Lima; São Paulo foi o único a atuar na altitude

saopauloadmin25 de agosto de 2020

Mesmo com a garantia de Raí, Diniz está ameaçado no São Paulo

saopauloadmin23 de agosto de 2020