Destaque Noticia

Com trio APP, São Paulo escala um ataque que pode fazer história

Antony, Pablo e Pato. Eis um trio atacante para fazer o São Paulo reencontrar a modernidade.

Sem comparações, porque a rara leitora e o raro leitor, maliciosos, devem estar pensando no trio catalão MSN, Messi, Suárez e Neymar.

Os mais vividos ainda se lembrarão do PPP de Pagão, Pelé e Pepe, melhor até que o do Barcelona pelo fato de ter o Rei para desequilibrar.

O Brasileiro recomeça em grande estilo com São Paulo x Palmeiras, neste sábado (13), no Morumbi com preços acessíveis –pena que às 19h em pleno inverno paulistano, quando deveria ser às 16h, o que seria esperar demais de quem nunca sentiu o vento gélido das arquibancadas do estádio.

O chamado Choque-Rei é apenas mais um clássico para o líder Palmeiras e decisivo para o tricolor, a chance para mostrar que é, ao menos, candidato à vaga na Libertadores.

Derrubar o invicto alviverde renovaria esperanças de protagonismo e para tanto a curiosidade em torno da primeira vez do trio de ataque justifica a presença do torcedor.

Ainda mais porque contra a defesa menos vazada do campeonato, apenas duas vezes em nove jogos.

A verticalidade de Antony e sua facilidade em driblar somadas à movimentação de Pablo e Pato, dois atacantes que não guardam posição, são ingredientes para animar Cuca e preocupar Felipão.

O Profeta e seu APP como se comportarão depois do bom tempo que tiveram para treinar e deixar o físico em dia?

Porque Hernanes é outro jogador que pode fazer a diferença se voltar a ser aquele que todos já viram com a camisa do único clube tricampeão mundial brasileiro, hoje vivendo jejum cruel, às portas do desespero caso perca novamente para o rival, o que seria, nas estatísticas do São Paulo, a 109ª derrota contra 108 vitórias e 104 empates.

Sim, estão empatados em 320 jogos desde 1930, data que o Palmeiras, em sua Porcopédia, não respeita como fundação do São Paulo, além de acrescentar nas estatísticas os embates em torneios início, esquisitices de quem quer contar a história ao seu bel-prazer, como é sistemático pelos lados de Parque Antártica.

Com apenas uma competição para disputar, a hora do São Paulo é agora.

Juca Kfouri – Folha de São Paulo

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

São Paulo tem seis pendurados contra o Cruzeiro; veja a lista

saopauloadmin16 de outubro de 2019

Jucilei volta em boa condição física, faz bom treino e pode reaparecer no fim de semana

saopauloadmin15 de outubro de 2019

São Paulo vence jogo-treino contra sub-17; Juanfran e Toró trabalham à parte

saopauloadmin14 de outubro de 2019

Sem Pablo e Juanfran, Fernando Diniz comanda treino com retorno de Raniel

saopauloadmin11 de outubro de 2019

Juanfran relembra trajetória no futebol e diz: “o São Paulo é minha família”

saopauloadmin9 de outubro de 2019

Everton não deve operar joelho, mas pode voltar só em 2020 no São Paulo

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Diniz permanece com filosofia de futebol e diz ser mais competitivo em relação aos trabalhos anteriores

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Para pagar Daniel Alves, Tricolor monta plano especial

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Veja: Ricardo Rocha critica Mancini

saopauloadmin1 de outubro de 2019