Destaque Noticia

Cuca elogia São Paulo e esconde planos para Daniel Alves e Juanfran

Para alívio da torcida, o São Paulo, enfim, conquistou uma vitória em clássico. Neste sábado, o Tricolor venceu o Santos por 3 a 2, no Morumbi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em coletiva, o técnico Cuca exaltou a vitória e comentou sobre os planos para os recém-contratados: Daniel Alves e Juanfran. 

– O plano que tenho para eles é segunda-feira começarem a treinar com todo mundo. Temos uma semana cheia para treinar e colocar as ideias em prática. Vou dividir as ideias com eles, não com a imprensa. Antes de falar sobre eles, temos que falar sobre o jogo que fez o Igor Vinicius, marcando o Soteldo, um diferencial do Santos. Marcou e foi um diferencial no ataque – comentou.

O comandante salientou a alteração na postura de jogo do primeiro para o segundo tempo. Além disso, admitiu que as substituições surtiram efeito. 

– Não merecíamos sair vaiados no primeiro tempo. Quero enaltecer a presença dos torcedores. Mas não achei justa a vaia. Não jogamos mal. Jogamos igual. Tivemos confiança, junto com a fortuna de jogar o time mais na frente, ter uma saída de bola mais rápida. Concluímos bem, fizemos os gols. Uma pena o Hernanes ter saído. Poderia ter mantido como estava ou segurar um pouco mais para ter o contra-ataque. O pessoal que entrou nos ajudou a vencer – analisou o treinador.

Com o resultado, o São Paulo somou 24 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O Tricolor volta a campo pelo Brasileirão, no próximo domingo, às 16h, quando recebe o Ceará.

OUTROS TRECHOS DA COLETIVA: 

Estratégia
Jogo contra uma equipe de muita intensidade. Tendo alguns jogadores sem essa intensidade, não consigo marcar pressão. Escolhi os de intensidade um pouco maior e aprimorei na mudança no segundo tempo, dando ao Tchê Tchê a possibilidade de começar as jogadas. O Hernanes é importante. As trocas que a gente faz são ideias que a gente tem e terceiriza. Se dão certo, foi bem executado. O mérito é deles. Foram dois times que quiseram jogar. É difícil jogar contra o Santos. Tentamos marcar no ataque, pressionar para que eles tivessem o erro. Tem que enaltecer muito o jogo. É gostoso ver um clássico com cinco gols, com 34, 35 chutes a gol – disse o treinador. 

Alexandre Pato
Tenho confiança em todos. Temos tido muita paciência com o Pato. Hoje ele foi mais competitivo. Ele tem se doado bastante. Quando sai, é por opção minha. A técnica dele é indiscutível. Fez um grande trabalho, principalmente pelos dois gols.

Tite gostou?
Agradou o jogo. Foram 34, 35 finalizações. É gostoso para a torcida, para o treinador ver a parte tática do jogo. Uma pena o Antony não ter jogado. Era mais um para ser observado. Acho que ele (Tite) curtiu o jogo.

Lance!

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

São Paulo tem seis pendurados contra o Cruzeiro; veja a lista

saopauloadmin16 de outubro de 2019

Jucilei volta em boa condição física, faz bom treino e pode reaparecer no fim de semana

saopauloadmin15 de outubro de 2019

São Paulo vence jogo-treino contra sub-17; Juanfran e Toró trabalham à parte

saopauloadmin14 de outubro de 2019

Sem Pablo e Juanfran, Fernando Diniz comanda treino com retorno de Raniel

saopauloadmin11 de outubro de 2019

Juanfran relembra trajetória no futebol e diz: “o São Paulo é minha família”

saopauloadmin9 de outubro de 2019

Everton não deve operar joelho, mas pode voltar só em 2020 no São Paulo

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Diniz permanece com filosofia de futebol e diz ser mais competitivo em relação aos trabalhos anteriores

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Para pagar Daniel Alves, Tricolor monta plano especial

saopauloadmin4 de outubro de 2019

Veja: Ricardo Rocha critica Mancini

saopauloadmin1 de outubro de 2019