Destaque

Cuca lamenta sequência ruim: ‘ A autoconfiança não está em dia’

Em um jogo ruim, de muitos erros e poucas chances de gol, o São Paulo não saiu do 0 a 0, com o Avaí, neste sábado, na Ressacada. Com o resultado, pela oitava rodada do Brasileirão, o Tricolor chegou ao quarto jogo sem vencer no torneio nacional e é sétimo colocado com 13 pontos. Após a partida, o técnico Cuca lamentou mais um resultado ruim e culpou a falta de confiança como uma das causas para o time finalizar tão pouco. 

– No jogo de hoje não é possível dizer que o São Paulo mostrou um mau futebol. Usamos praticamente o elenco todo, as peças que tínhamos à disposição para colocar o time mais à frente. O que me deixa mais sentido é isso, o resultado não estar vindo. Nos seis jogos sem vitória é díficil apontar um jogo em que a gente tenha sido extremamente pior que o adversário. Com Bahia, Cruzeiro, Corinthians foram jogos iguais, equilibrados. O que mais lastima é que o time vai perdendo a confiança pelos resultados que não vêm. É por isso que, às vezes, não finalizamos tanto, não estamos com a autoconfiança em dia. Temos que ter persistência e perseverança para sair deste momento ruim – analisou Cuca. 

O treinador também apontou os desfalques do elenco como um dos fatores pela sequência de seis jogos sem vitória. Além dos quatro jogos no Brasileirão, o time também não superou o Bahia, pela Copa do Brasil. 

– Não gosto muito de ficar buscando uma desculpa pelo mau resultado. A gente ta tendo uma infelicidade grande, com os jogadores que perdemos, Arboleda, Pablo, Hernanes e Liziero. São quatro jogadores titulares incontestáveis, que neste momento mudariam o perfil do time. Perdemos uma referência como o Carneiro. São peças importantes que nos dão chances maiores de vencer. 

Cuca também comentou sobre os protestos constantes dos torcedores, mas evitou culpar a pressão como causa do momento ruim vivido pelo time.

– Não pode um time grande ficar uma série de partidas assim sem vencer. Lógico que os protestos vão existir e temos que assimilar. Isso só vai acabar quando voltarmos a vencer os jogos. O time tem coisas importantes por fazer e vamos seguir o que planejamos. Os jogadores já aqueceram pressionados. Claro que é importante estar com o emocional em dia para ganhar, mas não é desculpa. Não deixamos de vencer o jogo por isso. Estão todos muito tristes porque isso não é normal – finalizou. 

O Tricolor tem mais um compromisso pelo Brasileiro, antes da parada para a Copa América. O time volta a campo na quinta-feira, às 20h, quando visita o Atlético-MG no Horto. 

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Elenco se reapresenta e inicia trabalho no CFA

saopauloadmin25 de junho de 2019

Salários de Juanfran afastam jogador do São Paulo

saopauloadmin19 de junho de 2019

Pato e outros são-paulinos treinam na folga do elenco de olho no retorno

saopauloadmin19 de junho de 2019

Confira a situação dos jogadores que podem chegar e sair do Tricolor na pausa para a Copa América

saopauloadmin18 de junho de 2019

São Paulo inicia “reformulação”

saopauloadmin18 de junho de 2019

Atlético-MG x São Paulo ficam no empate em último jogo antes da pausa para Copa América

saopauloadmin14 de junho de 2019

Leco vai fazer mudanças no Departamento de futebol na pausa da Copa América

saopauloadmin13 de junho de 2019

BH recebe o São Paulo pela primeira vez em 2019

saopauloadmin12 de junho de 2019

Com três gols de Cristiane, Brasil vence Jamaica em estreia na Copa do Mundo Feminina

saopauloadmin9 de junho de 2019