Destaque

Cuca lamenta sequência ruim: ‘ A autoconfiança não está em dia’

Em um jogo ruim, de muitos erros e poucas chances de gol, o São Paulo não saiu do 0 a 0, com o Avaí, neste sábado, na Ressacada. Com o resultado, pela oitava rodada do Brasileirão, o Tricolor chegou ao quarto jogo sem vencer no torneio nacional e é sétimo colocado com 13 pontos. Após a partida, o técnico Cuca lamentou mais um resultado ruim e culpou a falta de confiança como uma das causas para o time finalizar tão pouco. 

– No jogo de hoje não é possível dizer que o São Paulo mostrou um mau futebol. Usamos praticamente o elenco todo, as peças que tínhamos à disposição para colocar o time mais à frente. O que me deixa mais sentido é isso, o resultado não estar vindo. Nos seis jogos sem vitória é díficil apontar um jogo em que a gente tenha sido extremamente pior que o adversário. Com Bahia, Cruzeiro, Corinthians foram jogos iguais, equilibrados. O que mais lastima é que o time vai perdendo a confiança pelos resultados que não vêm. É por isso que, às vezes, não finalizamos tanto, não estamos com a autoconfiança em dia. Temos que ter persistência e perseverança para sair deste momento ruim – analisou Cuca. 

O treinador também apontou os desfalques do elenco como um dos fatores pela sequência de seis jogos sem vitória. Além dos quatro jogos no Brasileirão, o time também não superou o Bahia, pela Copa do Brasil. 

– Não gosto muito de ficar buscando uma desculpa pelo mau resultado. A gente ta tendo uma infelicidade grande, com os jogadores que perdemos, Arboleda, Pablo, Hernanes e Liziero. São quatro jogadores titulares incontestáveis, que neste momento mudariam o perfil do time. Perdemos uma referência como o Carneiro. São peças importantes que nos dão chances maiores de vencer. 

Cuca também comentou sobre os protestos constantes dos torcedores, mas evitou culpar a pressão como causa do momento ruim vivido pelo time.

– Não pode um time grande ficar uma série de partidas assim sem vencer. Lógico que os protestos vão existir e temos que assimilar. Isso só vai acabar quando voltarmos a vencer os jogos. O time tem coisas importantes por fazer e vamos seguir o que planejamos. Os jogadores já aqueceram pressionados. Claro que é importante estar com o emocional em dia para ganhar, mas não é desculpa. Não deixamos de vencer o jogo por isso. Estão todos muito tristes porque isso não é normal – finalizou. 

O Tricolor tem mais um compromisso pelo Brasileiro, antes da parada para a Copa América. O time volta a campo na quinta-feira, às 20h, quando visita o Atlético-MG no Horto. 

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 9 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Igor Gomes fala dos erros do time e do clássico no sábado

saopauloadmin14 de novembro de 2019

Com Igor Gomes suspenso, Hernanes pode voltar a ser titular após 3 jogos

saopauloadmin3 de novembro de 2019

“Temos que nos focar na vaga direta para a Libertadores” afirma Diniz

saopauloadmin31 de outubro de 2019

Jovem atacante vê entrosamento dos ‘Made in Cotia’ como trunfo para vencer o Palmeiras

saopauloadmin30 de outubro de 2019

Melhor zaga do campeonato? Bruno Alves concorda e afirma: ‘Os números mostram isso’

saopauloadmin30 de outubro de 2019

R$ 220 MILHÕES. Jovem do São Paulo que Barcelona veio ver no Brasil tem multa alta para saída

saopauloadmin29 de outubro de 2019

Diniz conversa com Antony e dá pista de time com Igor Gomes

saopauloadmin23 de outubro de 2019

Arboleda é o oitavo no ranking de estrangeiros que mais vestiram a camisa do São Paulo

saopauloadmin22 de outubro de 2019

Fernando Diniz:” A criação ofensiva me agradou, mas faltou efetividade”

saopauloadmin21 de outubro de 2019