Destaque Noticia

Decepções e surpresas do São Paulo em 2019

É verdade que 2019 ficou no passado, e o torcedor do São Paulo espera por melhores momentos em 2020. Mas enquanto os reforços não chegam e a bola não rola, o Onefootball relembra as decepções e surpresas do Tricolor no ano que passou.

Muita gente deve estar pensando que foram mais decepções que surpresas. Pode ser. Mas as boas surpresas mostram que é possível esperar por dias melhores na temporada que acaba de começar.

Decepções
Crise financeira e política

Trocas de técnicos, mudanças seguidas na comissão técnica, pressão sobre a diretoria e pedido de impeachment contra o presidente. Tudo isso aconteceu no São Paulo em apenas 12 meses.

Mas a crise nos bastidores também foi um dos reflexos dos problemas financeiros que o clube enfrenta. Sem dinheiro e com custos elevados, o Tricolor atrasou parte dos pagamentos para jogadores. Mais do que isso, o investimento alto e os resultados abaixo do esperado fizeram o clube terminar um ano com déficit estimado em R$ 180 milhões.

Produção ofensiva
Mesmo com o investimento em jogadores de frente como Alexandre Pato, Pablo, Vitor Bueno, Raniel, Calazans e Biro Biro, o ataque foi o grande problema do São Paulo dentro de campo em 2019.

Além das seguidas lesões, o Tricolor encontrou muitos problemas para balançar as redes adversárias nos diversos campeonatos que disputou. Apesar de ter terminado o Brasileirão em 6º, foram apenas 39 gols em 38 rodadas, produção melhor apenas que dos sete últimos colocados, e igual a do Vasco (12º).

Surpresas
Equilíbrio da defesa

Se o ataque não foi bem, na defesa parece que a equipe encontrou a solução para problemas crônicos que se arrastavam ao longo das últimas temporadas.

A começar pelo gol. Tiago Volpi assumiu a meta tricolor e parece que a torcida poderá enfim confiar novamente em um goleiro. Na lateral direita, há anos com problemas, o São Paulo buscou o espanhol Juanfran e o jovem Igor Vinícius, além de um dos melhores da posição em muito tempo, o veterano Daniel Alves.


As chegadas melhoraram o sistema defensivo, e o São Paulo terminou o Brasileirão com a melhor defesa, com apenas 30 gols sofridos.

Revelações de Cotia
Quando muito se esperava dos badalados reforços, foram os garotos de Cotia que resolveram boa parte dos problemas do São Paulo ao longo do ano. O trabalho na base mostrou estar sendo bem feito e foi premiado com a conquista da Copinha.

No time principal, Antony e Igor Gomes ganharam status de protagonistas do ataque e meio-campo do São Paulo. Outros nomes como Liziero, Luan, Toró e Walce deram esperança de dias melhores em 2020.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 18 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Diniz defende Arboleda: “Esperamos que todos voltem a aplaudir porque ele sabe que errou e vai recuperar”

saopauloadmin24 de janeiro de 2020

Abel pede volante do São Paulo

saopauloadmin23 de janeiro de 2020

São Paulo inscreve 22 jogadores para o Paulistão; Oito Jogadores ficam fora da lista

saopauloadmin22 de janeiro de 2020

Reading, clube de Alexandre Mattos na Inglaterra, conversa sobre Liziero e Araruna

saopauloadmin16 de janeiro de 2020

Diniz faz testes e utiliza jogadores em diferentes funções

saopauloadmin15 de janeiro de 2020

“Reage, reage” ordem de Diniz contagia elenco na pré-temporada do São Paulo

saopauloadmin12 de janeiro de 2020

Diniz desconversa sobre emprestados, mas não descarta utilizá-los: “Tudo pode acontecer”

saopauloadmin10 de janeiro de 2020

PVC: “Entregamos todo o fracasso do São Paulo no Diniz mas não é dele. 8 diretores em 5 anos, 4 técnicos em 2019, o São Paulo tem que parar de mudar”

saopauloadmin9 de janeiro de 2020

Veja como o São Paulo retorna aos treinos para nova temporada

saopauloadmin8 de janeiro de 2020