Destaque Noticia

Ele entende! Bauza bateu brasileiros quando foi campeão da Libertadores

O Atlético-MG surge como um fantasma para o São Paulo na Libertadores, mas o histórico de Edgardo Bauza dá esperanças. Enquanto o Tricolor tem os rivais nacionais como pedra no sapato na competição sul-americana, o treinador argentino conta com uma sina que fala a seu favor: nas duas vezes em que conquistou a América, ele deixou algum clube brasileiro pelo caminho.

Bauza foi campeão pela primeira vez em 2008 pela LDU (EQU) batendo o Fluminense na final, nos pênaltis. Fez história. Na época, valeu-se até do fator psicológico para “copar” os cariocas. Na preleção, disse a seus atletas que o Flu era um time pipoqueiro, que havia perdido finais de Estadual seguidas vezes antes. Deu certo.

Em 2014, conquistou o bi pelo San Lorenzo (ARG) em campanha recheada de confrontos contra brasileiros. Eliminou Grêmio nas oitavas e Cruzeiro nas quartas, além de deixar o Botafogo para trás na fase de grupos. Nos dois casos, foi o primeiro título das agremiações.

No geral, Patón leva vantagem contra brasileiros em mata-mata da Libertadores, desde 2000, quando caiu para o Corinthians com o Rosario Central, nas oitavas de final. Foram cinco confrontos até aqui, com três classificações e duas quedas.

Chama atenção no retrospecto um detalhe: dos cinco confrontos, apenas um não foi decidido nos pênaltis: contra o Cruzeiro, em 2014. Não é um bom sinal, já que o São Paulo errou seis dos oito pênaltis cobrados nesta temporada.

Pior ainda é se prevalecer o histórico recente do São Paulo contra brasileiros na competição da qual é tricampeão. Depois do título de 2005 conquistado sobre o Atlético-PR, o time disputou sete Libertadores e em todas foi eliminado por um brasileiro. Internacional, Grêmio, Fluminense, Cruzeiro, Internacional, Atlético-MG e Cruzeiro. Chega, né?

– Tem esse histórico, mas não podemos colocar isso na nossa direção. Sabemos da dificuldade, mas está todo mundo com vontade de fazer nosso papel sem ficar pensando nessas coisas – afirmou o volante Wesley.

BAUZA X BRASIL NA LIBERTADORES

2000 put in cart cheat drugs online
Comandava o Rosario Central (ARG) que foi eliminado pelo Corinthians nos pênaltis após uma vitória por 3 a 2 para cada lado, nas oitavas de finais.
………………….
2008
Venceu a final contra o Fluminense pela LDU (EQU). Também nos pênaltis, após vitória por 4 a 2 na ida e derrota por 3 a 1, na volta. Na fase de grupos, vitória e empate.
………………….
2013
Eliminado com a LDU pelo Grêmio nos pênaltis, na primeira fase, após 1 a 0 na ida e derrota de 1 a 0 na volta.
………………….
2014
Na campanha do título pelo San Lorenzo (ARG), eliminou Grêmio nos pênaltis nas oitavas, após dois 1 a 0. Já nas quartas bateu o Cruzeiro: 1 a 0 na ida e 1 a 1 na volta. Ainda teve o Botafogo na fase de grupos: uma vitória para cada lado.


SPFC X BRASIL NA LIBERTADORES

2006
Perde a final para o Internacional após derrota por 2 a 1 na ida e 2 a 2 na volta.
………………….
2007
Cai nas oitavas para o Grêmio: vitória por 1 a 0 na ida e derrota por 2 a 0 na volta.
………………….
2008 cheap pills
Nas quartas para o Fluminense: vitória por 1 a 0 na ida e derrota (3 a 1) na volta.
…………………
2009
Cruzeiro nas quartas: derrota (2 a 1) na ida e na volta (2 a 0)..
………………….
2010
Inter na semi: derrota (1 a 0) na ida e vitória (2 a 1) na volta.
………………….
2013
Galo nas quartas: derrota (2 a 1) na ida e na volta (4 a 1).
………………….

Buy cheap Viagra online

2015
Cruzeiro nas oitavas: nos pênaltis após dois 1 a 0.

 

Fonte: LanceNet}

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + sete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

CBF admite erro da arbitragem na revisão de gol do São Paulo

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Diniz não garante substituto de Brenner, mas afirma: “Confiança plena em quem entrar”

saopauloadmin25 de novembro de 2020

Apesar de empate frustrante, São Paulo atinge 12 jogos de invencibilidade e está perto de 3a maior marca em Brasileiros desde 2006

saopauloadmin23 de novembro de 2020

Ceni pede ao juiz para jogo acabar: “Meu time sem chance”

saopauloadmin19 de novembro de 2020

Vai ter festa no Morumbi! Quarta-feira às 19h00, recepção do ônibus tricolor

saopauloadmin16 de novembro de 2020

Rodrigo Nestor comemora estreia no São Paulo: ‘Sonhava desde criança’

saopauloadmin15 de novembro de 2020

Brenner foi aposta de Ceni no São Paulo aos 17 anos; hoje é carrasco

saopauloadmin12 de novembro de 2020

Diniz: O Flamengo poderia ter aproveitado, mas não aproveitaram as chances de erros nossos

saopauloadmin12 de novembro de 2020

“Não tem nada de kamikaze. Treinar o que a gente treina para poder sair jogando, é muito treino” afirma Diniz

saopauloadmin12 de novembro de 2020