Destaque Noticia

Hernanes se vê melhor e diz: ‘Quando estou despreparado, sou comum’

Hernanes mostrou evolução física no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, neste domingo. Embora tenha sido substituído por Igor Gomes a 15 minutos do fim, o Profeta gostou da própria atuação, assim como o técnico Cuca. Após um primeiro semestre em que não conseguiu engrenar, o meia de 34 diz ter aproveitado bem a pausa para a Copa América,

– Eu falo que quando estou despreparado, não estou condicionado, sou um jogador comum, não consigo fazer a diferença. Bem treinado, eu consigo ajudar a equipe, fazer a diferença. Acho que chegou o momento. Estou feliz por isso e espero que consiga ajudar mais nesse segundo semestre – disse o camisa 15, autor da assistência para o gol do São Paulo, marcado por Pablo.

Hernanes admitia que contava os dias para a pausa do Brasileirão, justamente pela necessidade de se aprimorar fisicamente. Ele só completou cinco das 24 partidas em que foi utilizado em 2019, contando as duas da Florida Cup – foi titular em 15.

O ídolo são-paulino jogou a temporada anterior na China, no Hebei Fortune, e precisou ficar alguns jogos fora da equipe após a Florida Cup para não se lesionar. Como o São Paulo tinha a fase preliminar da Libertadores para disputar, o retorno foi antecipado, mas ele nunca conseguiu uma sequência de grandes atuações até lesionar a coxa esquerda contra o Palmeiras, na primeira fase do Paulistão, o que o deixou um mês fora. Mesmo recuperado, continuou sentindo incômodos musculares que brecavam sua evolução.

– Faltam 28 jogos, é muito campeonato. A equipe mostrou que aproveitou muito bem a pausa. Eu, particularmente, me senti muito melhor. Temos muito a crescer, podemos fazer um segundo semestre completamente diferente – declarou, antes de creditar à falta de sorte no gol marcado por Dudu o empate do Tricolor.

– O goleirão (Weverton) conseguiu salvar em alguns lances. Quando estava 1 a 0 para nós, o Raniel entrou livre e ele defendeu. Depois o Reinaldo chutou, depois o Pato teve uma ali que chapou e ele também pegou… Do nosso lado o Volpi também fez algumas boas defesas. Foi jogo de duas grandes equipes. Queríamos muito, era muito importante uma vitória, mas o futebol é inexplicável. Às vezes a bola bate, sobe, bate na trave, nas costas do goleiro e entra… Acho que a gente não tem controle sobre isso. Temos controle sobre nossa performance, e acho que a gente evoluiu como equipe. O time deu um primeiro passo, agora é seguir nessa mesma pegada.

Lance!

O São Paulo agora enfrenta a Chapecoense, às 20h da segunda-feira que vem, novamente no Morumbi. A distância para o líder Palmeiras é de 11 pontos após dez rodadas.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Made in Cotia! Igor Gomes valoriza a vitória com a utilização de jovens

saopauloadmin8 de dezembro de 2019

São Paulo tem 3 gols de vantagem para fechar Brasileirão 2019 com a melhor defesa do Campeonato

saopauloadmin8 de dezembro de 2019

São Paulo não terá Diniz à beira do campo em decisão contra o Inter

saopauloadmin2 de dezembro de 2019

Diniz estabelece o lado direito como o forte do São Paulo

saopauloadmin30 de novembro de 2019

Fernando Diniz elogia Pato e Hernanes

saopauloadmin29 de novembro de 2019

Reforços ou Refugos? Veja quem são os jogadores com mais participações em gols na Série B 2019

saopauloadmin28 de novembro de 2019

“Tenho um jogador do River em referência” diz Lugano sobre interesse em jogador do time de Gallardo para o São Paulo

saopauloadmin27 de novembro de 2019

Documento pede saída imediata de Leco, presidente do Conselho e diretores

saopauloadmin26 de novembro de 2019

Por G4, São Paulo se mobiliza para repetir melhor sequência do ano

saopauloadmin24 de novembro de 2019