Destaque

Mancini nega injustiça com Jean no São Paulo e “pede respeito ao clube”

Após o empate por 1 a 1 entre São Paulo e São Caetano, ontem, o técnico interino Vagner Mancini apresentou a sua versão para a polêmica com Jean. O goleiro ficou irritado com o teor de uma reunião entre a comissão técnica e atletas e deixou o treino mais cedo na última segunda-feira. Em texto publicado no seu Instagram, o arqueiro disse que o treinador o tratava de maneira diferente por causa de uma rivalidade (o comandante havia dirigido o Vitória e o jogador defendido o Bahia).

“Ele disse que eu tive tratamento diferente com ele e preteri a escalação dele por isso. Em determinado momento, quando ele não quis ir jogar contra o Red Bull e depois foi, sentei com ele por quase meia hora e bati um papo. Conheci ele desde os 14 anos. Sou amigo do pai dele, tenho um filho da idade dele é jamais agiria de uma forma que não fosse a de exigir o comprometimento que devemos ter em um clube, onde todos são pressionados. Fiquei quase meia hora dizendo que não era momento de reivindicar titularidade. Tudo tem seu tempo”, disse Mancini.

“Agora, a cobrança foi para o grupo e só ele se rebelou. Eu avisei que ele estava fazendo errado, falei como pai. Teve a chance de retornar e por opção dele ficaria separadamente do grupo. Dou minha versão porque não concordo com a nota e não foi a realidade. Não foi o técnico Vagner Mancini. Ele já passou com alguns técnicos e em todas as situações teve titularidade e reserva. Quando assumi, Volpi já era titular. Não tenho nada contra Jean. Tenho amizade com o pai dele. Ele interpretou tudo errado. É preciso ter respeito pelo clube”, afirmou Mancini.

Vaga e necessidade de melhorar

Com o empate por 1 a 1, o São Paulo garantiu a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. A equipe vai enfrentar o Ituano, sendo a segunda partida do mata-mata fora de casa. As datas serão definidas em sorteio na Federação Paulista, amanhã.

“Não estamos satisfeitos. O futebol está muito abaixo. Tivemos quatro semanas de treinos, mas perdemos peças importantes. O time está desfigurado. Eram peças que poderiam pensar o jogo de outra forma. E no dia do jogo teve ainda a nota do Jean, para tumultuar. Todos querem devolver a confiança do torcedor. Temos dificuldades e isso nos incomoda. Mas não perdemos o rumo e sabemos onde precisamos melhorar. Só que isso vira só com o tempo”, disse Mancini.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Cuca indica estreias de Pato, Vitor Bueno e Tchê Tchê contra o Botafogo

saopauloadmin23 de abril de 2019

Jogadores do São Paulo choram e quase negam medalhas

saopauloadmin21 de abril de 2019

Liziero avança em recuperação, enquanto São Paulo trabalha bola parada

saopauloadmin19 de abril de 2019

Luan, o indispensável!

saopauloadmin18 de abril de 2019

Pablo passará por procedimento cirúrgico

saopauloadmin17 de abril de 2019

Cuca acena com time mais experiente para decisão em Itaquera

saopauloadmin15 de abril de 2019

São Paulo x Corinthians: Cuca explica problema sentido por Antony no clássico

saopauloadmin15 de abril de 2019

Um ano após não receber boa tarde, Carille ganhará presente do São Paulo

saopauloadmin13 de abril de 2019

Leco despista sobre saída de Nenê: “Não temos projeto de liberação de nenhum jogador”

saopauloadmin11 de abril de 2019