Ultimas Noticias

Muricy celebra ótima fase da defesa: ‘Está todo mundo ajudando’


Em três jogos neste Campeonato Brasileiro, o São Paulo teve a cara de Muricy Ramalho. Vitórias por placares pouco elásticos (1 a 0 sobre Ponte Preta e Atlético-MG, e 2 a 0 diante do Vasco) e consistência defensiva, que não vinha apresentando até então. Por enquanto invicto com o novo treinador, o setor foi um dos mais problemáticos com Paulo Autuori, quando sofreu 15 gols em 12 partidas na competição (média de 1,25).

– Sempre que se fala em mudança pode respingar no antigo treinador. E a pessoa que estava aqui é excelente, de ótimo caráter. É difícil eu estar falando a meu favor. As pessoas gostam de comparar, mas eu não sou muito chegado nisso. Estou apenas fazendo meu trabalho – disse Muricy.

Nesta nova fase do setor defensivo do São Paulo, dois jogadores tem se destacado com o treinador: Antônio Carlos e Rodrigo Caio. O primeiro, contratado ainda na época de Paulo Autuori, mostrou regularidade e qualidade para logo garantir uma vaga de titular na equipe. Já o segundo, polivalente, trouxe segurança à zaga ao atuar mais recuado.

– O Antônio Carlos orienta muito a defesa e é fundamental para nós. Já o Rodrigo se adapta as posições e agora está atuando em um setor que já conhece. São dois jogadores que se complementaram. Também tem o pessoal na frente da zaga que tem deixado a bola chegar pouco atrás. É muito difícil chegar na nossa defesa. Se não tomamos gol é porque está todo mundo ajudando – completou Muricy.

Para a próxima partida, no entanto, o posicionamento de Rodrigo Caio será alterado. Com Maicon suspenso, o treinador optou por escalar Rafael Toloi na zaga, ao lado de Antônio Carlos, e adiantar o jovem são-paulino para o meio-campo. Independentemente da escalação e do esquema tático, o Tricolor viaja a Goiás para continuar a sua reação no Brasileirão.

Assim como o desempenho da defesa, a chegada de Muricy Ramalho é vista como fundamental para esta nova fase do time, que deixou a zona da degola após dois meses.

– Não sou motivador, nem psicólogo, mas sou um grande cobrador. Não é nada radical, é uma cobrança natural. Jogador gosta disso e acabo trazendo confiança para o ambiente. Eles veem que tem um cara aqui que tem experiência, que já fez alguma coisa pelo futebol – explicou o treinador tricampeão brasileiro pelo Tricolor.

Fonte:Ge

Faça parte de nossa rede. Curta nossa pagina no Facebook, clicando aqui!document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Ultimas Noticias

Mais em Ultimas Noticias

Cairia bem no Tricolor? De saída, estrela do Manchester City pode retornar ao futebol brasileiro

saopauloadmin30 de novembro de 2020

Arboleda renasce diante do Bahia e mostra que tem bola para ser titular

saopauloadmin30 de novembro de 2020

São Paulo marca 61% dos seus gols no segundo tempo

saopauloadmin29 de novembro de 2020

Na Fonte Nova, São Paulo vence o Bahia por 3 a 1

saopauloadmin29 de novembro de 2020

CBF admite erro da arbitragem na revisão de gol do São Paulo

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Tricolor empata com o Ceará na Arena Castelão

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Diniz não garante substituto de Brenner, mas afirma: “Confiança plena em quem entrar”

saopauloadmin25 de novembro de 2020

Após mais de dois anos, Joao Rojas viaja com o elenco do São Paulo

saopauloadmin24 de novembro de 2020

Apesar de empate frustrante, São Paulo atinge 12 jogos de invencibilidade e está perto de 3a maior marca em Brasileiros desde 2006

saopauloadmin23 de novembro de 2020