Destaque

Na “arapuca” do Horto, São Paulo desafia carrasco Atlético-MG


Pela terceira vez no ano, o São Paulo visitará o Atlético-MG no Independência. Após dois jogos pela Libertadores – o mais recente, quando caiu no torneio -, volta neste domingo à “arapuca” do Horto, como o presidente Juvenal Juvêncio chamou o estádio de Belo Horizonte, em partida da terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Segundo disse o mandatário tricolor, antes e depois de seu time ser eliminado pelos mineiros nas oitavas de final da competição continental, o estádio é acanhado e obriga são-paulinos a passarem em meio a atleticanos. “Não se pode nem chamar de estádio”, criticou, gabando-se das condições oferecidas no Morumbi e questionando a não utilização do reformado Mineirão.

Antes do reencontro, Juvenal não disse nada. Quem falou por ele foi o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, amenizando a declaração do superior. Para o dirigente, o estádio do Horto tem bom gramado, diferentemente de outros locais, e não há maiores problemas em jogar lá, a não ser a força demonstrada pelo Atlético como mandante.

O técnico Ney Franco até questiona a pressão exercida sobre alguns árbitros em Belo Horizonte, porém endossa discurso de que a principal dificuldade é a qualidade do time de Cuca. “Eles têm um elenco muito qualificado, com trabalho muito bom da comissão técnica. Aliado a isso, sim, um campo muito pequeno, onde 15 mil pessoas lotam e dão muita força. O desempenho é muito alto”.

Desde a reinauguração do Independência, há pouco mais de um ano, o Atlético ainda não foi vencido lá. Na terceira tentativa de findar esse tabu, o treinador são-paulino mexeu na equipe. Ele gostou muito da entrada de Maicon e Aloísio no decorrer da partida contra o Vasco – foi depois das substituições que o time fez os gols da vitória por 5 a 1 – e resolveu deixar Roni e Silvinho no banco de reservas.t_87819_nos-ultimos-duelos-o-atletico-mg-de-ronaldinho-gaucho-levou-a-melhor-sobre-o-sao-paulo-de-lucio

A única dúvida de Ney Franco era Luis Fabiano. Depois de ter balançado a rede duas vezes no meio de semana, o atacante reclamou de incômodo no músculo adutor da coxa esquerda, não participou dos treinamentos e foi vetado pelos médicos. Sem condição de jogo, Lucas Evangelista fará sua estreia na ponta direita, com Aloísio centralizado na grande área.

Enquanto o São Paulo tenta manter 100% de aproveitamento, o Atlético, que segue de pé na Libertadores – depois de derrubar a equipe paulista, passou também pelo Tijuana -, busca sua primeira vitória na competição nacional. A prioridade é o torneio sul-americano, mas Cuca não quer abrir mão de nenhum título.

O treinador avaliou o desgaste dos jogadores para escalar a equipe, que perdeu o zagueiro Réver e o meia-atacante Bernard, ambos a serviço da Seleção Brasileira, na Copa das Confederações. Na defesa, Gilberto Silva assume a vaga ao lado de Leonardo Silva. Já no setor ofensivo, Luan é o substituto natural de Bernard.

O goleiro Victor, herói nas quartas de final da Libertadores ao defender pênalti aos 48 minutos do segundo tempo, também entende que o time não pode abdicar do Brasileiro. “A classificação na Libertadores ainda está na memória da torcida, mas o tempo é curto e temos que focar no Brasileiro. O São Paulo vem bem, mas temos que somar pontos”, declarou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 2 de junho de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Assistentes: Alessandro Rocha de Mattos (BA) e Altemir Hausmann (RS)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha (Carlos César), Gilberto Silva, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Tardelli e Guilherme; Luan e Jô (Alecsandro)
Técnico: Cuca

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Lúcio e Carleto; Rodrigo Caio, Denilson e Maicon; Lucas Evangelista, Osvaldo e Aloísio
Técnico: Ney Franco}

Destaque

Mais em Destaque

“Sampaoli enche a bola do elenco do São Paulo” diz jornalista; veja

saopauloadmin19 de fevereiro de 2020

Tchê Tchê se reinventa no São Paulo e se torna peça fundamental para Diniz

saopauloadmin18 de fevereiro de 2020

Com polêmicas, goleiros se destacam e São Paulo e Corinthians empatam

saopauloadmin16 de fevereiro de 2020

São Paulo vende Antony ao Ajax

saopauloadmin15 de fevereiro de 2020

Antony projeta retorno ao São Paulo

saopauloadmin11 de fevereiro de 2020

São Paulo perde invencibilidade ao cair diante do Santo André

saopauloadmin9 de fevereiro de 2020

Hernanes se vê 100% fisicamente e alerta para empolgação no São Paulo

saopauloadmin6 de fevereiro de 2020

Bruno Alves vira dúvida para duelo em Santo André

saopauloadmin4 de fevereiro de 2020

São Paulo finaliza muito e acerta pouco em empate contra o Novorizontino

saopauloadmin4 de fevereiro de 2020