Destaque

Nos pênaltis! Volpi salva, e São Paulo se classifica para as quartas da Copa do Brasil diante do Fortaleza

Tudo parecia caminhar para uma classificação tranquila do São Paulo, mas a decisão da vaga para as quartas de final da Copa do Brasil no Morumbi foi com emoção. Após empate por 2 a 2 contra o Fortaleza no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis, nas cobranças alternadas, e quem se deu melhor e classificou-se para a próxima fase foi mesmo o Tricolor, com uma defesa de Tiago Volpi.

O São Paulo foi melhor durante toda a primeira etapa, tanto que foi premiado logo aos dez minutos com um belo gol de Brenner, de voleio – poderia ter sido mais. Por outro lado, o Fortaleza não foi eficiente, principalmente por conta do meio-campo, inexistente. No segundo tempo, o Leão cresceu em campo e chegou pelo menos quatro vezes, com essenciais defesas de Tiago Volpi, mas Brenner novamente apareceu e ampliou o placar para 2 a 0. No entanto, o Fortaleza fez dois gols em dez minutos, com David (após falha de Diego) e Roger Machado, e a decisão foi para os pênaltis.

Nas cobranças, Juninho, Wellington Paulista, Bruno Melo, Marlon e o goleiro Max Walef, pelo Fortaleza, converteram. Pelo Tricolor, Reinaldo, Tchê Tchê, Daniel Alves, Pablo e Vitor Bueno fizeram. Nas alternadas, Yuri César, Volpi, Paulão, Bruno Alves, Osvaldo, Arboleda, Roger Carvalho, Diego e Léo fizeram, mas Gabriel Dias, do Leão, parou em Volpi.

A classificação vem em ótima hora. Na temporada 2020, o time comandado por Fernando Diniz acabou eliminado do Campeonato Paulista diante do Mirassol e também antecipadamente da Copa Libertadores, ao cair na fase de grupos. No entanto, esse triunfo (após 3 a 3 no jogo de ida) dá um respiro para a equipe buscar a taça inédita e seguir brigando nas outras competições que disputa – Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

O São Paulo, que hoje estava sob comando de Márcio Araújo (Diniz estava cumprindo suspensão) é o primeiro time classificado para as quartas de final da competição. Nesta semana, os outros duelos das oitavas acontecerão. O Tricolor não tem tempo para respirar: na terça-feira, viaja para a Argentina e enfrenta o Lanús, às 21h30, pela segunda rodada da Copa Sul-Americana, enquanto o Leão tem compromisso no Campeonato Brasileiro somente no sábado, contra o Fluminense, às 21h.

Primeiro tempo: gol da (jovem) estrela
Início de muito estudo no estádio do Morumbi, com marcação alta e fechada dos visitantes, enquanto o São Paulo tentava infiltrar de alguma forma – nos primeiros 20 segundos, foi marcado impedimento de Luciano em bom passe enfiado. A primeira jogada de perigo aconteceu aos 9 minutos, com lance pela direita entre Tchê Tchê e Daniel Alves, que passou para Gabriel Sara chutar para fora.

No escanteio dessa jogada, Daniel Alves cruzou no meio da área, Igor Gomes dividiu e a bola sobrou para Brenner, que bateu de primeira para abrir o placar no Morumbi aos dez minutos – foi o sexto gol dele em seis jogos seguidos como titular. A resposta veio aos 14, com cruzamento para área, mas Tinga não alcançou. A próxima oportunidade só foi surgir aos 23, com Igor Gomes, que avançou sozinho pelo meio e chutou para fora.

Perto dos 30, Gabriel Sara fez bela jogada pela esquerda e passou para Luciano, que chutou para fora. A chance de mais perigo do Fortaleza aconteceu aos 31 minutos, quando David cruzou para a área e Romarinho cabeceou, mas fraco. Aos 40, David arriscou de longe após bola sobrar em cobrança de falta, porém, para fora novamente.

Segundo tempo: parecia igual, mas…
No retorno para a etapa complementar, o São Paulo voltou com o mesmo time, enquanto Ceni trocou Ronald por Yuri César. Assim como no primeiro tempo, os donos da casa foram mais para o ataque, mas sem conseguirem ser eficientes o bastante para liquidar a partida. Aos 11, boa chegada com contra-ataque de Igor Gomes pela esquerda, deixa para Reinaldo, que cruza rasteiro, mas o zagueiro Paulão tirou a tempo. Na jogada seguinte, Tiago Volpi apareceu pela primeira vez e impediu o gol de empate com Gabriel Dias.

Aos 14 minutos, o goleiro novamente precisou realizar uma grande defesa, em chute de fora da área de Felipe. Precisando do resultado, o Fortaleza seguiu tentando pressionar: aos 20 minutos, em contra-ataque pela direita, David invadiu a área, deixou Diego no chão e chutou para a defesa de Volpi, que espalmou. No rebate, o camisa 17 tentou e parou de novo no arqueiro.

Aos 22, o Leão saiu errado e Brenner tentou, mas Paulão foi cirúrgico e tirou a bola. Apesar de estar melhor na partida e buscando o tento de empate, o Fortaleza foi castigado novamente com Brenner, que estufou as redes pela segunda vez na partida aos 26 minutos, após Sara ganhar dividida e cruzar na área, Bruno Alves e dividir e a bola sobrar para o camisa 30. Aos 35, após falha de Diego na saída de bola, David diminuiu para o Fortaleza.


No final do jogo, não houve a temida pressão do Leão, e o Tricolor chegou mais perto do terceiro gol com Luan, mas Max Walef fez boa defesa. No entanto, quando a partida ia se encaminhando para o final, Roger Carvalho subiu mais que todo mundo e cabeceou no canto oposto de Volpi.

Nas cobranças, Juninho, Wellington Paulista, Bruno Melo, Marlon e o goleiro Max Walef, pelo Fortaleza, converteram. Pelo Tricolor, Reinaldo, Tchê Tchê, Daniel Alves, Pablo e Vitor Bueno fizeram. Nas alternadas, Yuri César, Volpi, Paulão, Bruno Alves, Osvaldo, Arboleda, Roger Carvalho, Diego e Léo fizeram, mas Gabriel Dias, do Leão, parou em Volpi. São Paulo classificado!

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 (10) X (9) 2 FORTALEZA
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: dia 25 de outubro (domingo), às 20h30
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
GOLS: SÃO PAULO: Brenner, aos 10’/1ºT e aos 26’/2ºT; FORTALEZA: David, aos 35’/2ºT, Roger Machado, aos 46’/2ºT.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Tchê Tchê, Bruno Alves, Diego Costa e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara (Léo, aos 40’/2ºT) e Igor Gomes (Arboleda, aos 44’/2ºT); Luciano (Pablo, aos 25’/2ºT) e Brenner (Vitor Bueno, aos 40’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz (Márcio Araújo)

FORTALEZA: Max Walef, Gabriel Dias, Paulão, Roger Carvalho e Bruno Melo; Felipe (Igor Torres, aos 37’/2ºT), Ronald (Yuri César, intervalo) e Juninho; Romarinho (Marlon, aos 22’/2ºT), Tinga (Osvaldo, aos 22’/2ºT) e David (Wellington Paulista, aos 49’/2ºT). Técnico: Rogério Ceni

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + um =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Arboleda renasce diante do Bahia e mostra que tem bola para ser titular

saopauloadmin30 de novembro de 2020

Na Fonte Nova, São Paulo vence o Bahia por 3 a 1

saopauloadmin29 de novembro de 2020

Tricolor empata com o Ceará na Arena Castelão

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Após mais de dois anos, Joao Rojas viaja com o elenco do São Paulo

saopauloadmin24 de novembro de 2020

São Paulo fica somente no empate com o Vasco no Morumbi

saopauloadmin22 de novembro de 2020

Dez motivos que fizeram o São Paulo dar a volta por cima

saopauloadmin20 de novembro de 2020

Tricolor elimina o Flamengo e avança para a semifinal na Copa do Brasil

saopauloadmin19 de novembro de 2020

Tricolor vence o Fortaleza e cola na liderança do Brasileirão

saopauloadmin15 de novembro de 2020

Brenner decide após falha e São Paulo abre vantagem contra o Flamengo na Copa do Brasil

saopauloadmin12 de novembro de 2020