Destaque

“Novo Kaká” anima Tricolores

O São Paulo fez sua melhor partida na temporada 2019 na tarde de ontem, no Morumbi, na vitória por 2 a 1 sobre o Ituano. A reação tricolor teve uma jovem promessa como protagonista. Trata-se de Igor Gomes, cria da base do clube, chamado do “novo Kaká” durante a passagem pelas categorias inferiores.

O meio-campista de 20 anos fez jus ao ídolo do São Paulo ao marcar dois gols no triunfo válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Assim como Kaká, os dois primeiros gols como profissional foram feitos em um só jogo, no Morumbi, e numa disputa de mata-mata.

Ovacionado pelos torcedores ao sair de campo, o jogador ganhou até elogios do técnico Vagner Mancini, que o viu como a principal peça do meio-campo do São Paulo na partida que abriu a disputa por uma vaga na semifinal.

“Ele foi exaltado com méritos. É um atleta que vi recentemente. A maneira de ele jogar me chamou a atenção. Tem muito a evoluir e também possibilidade de oscilar. Os jovens sustentaram a parte técnica, contribuíram muito para o fortalecimento do esquema tático”.

É bola na rede
Igor Gomes foi escalado como titular pela segunda vez na temporada. E demorou apenas 33 minutos para marcar o seu primeiro gol como profissional. No lance, mostrou extremo oportunismo ao se infiltrar na área e concluir com categoria um cruzamento de Reinaldo.

Na etapa final, o jovem da base voltou a ser decisivo no jogo e marcou o segundo tento são-paulino no Morumbi. Dessa vez, como o oportunismo como maior virtude, no rebote do goleiro do Ituano, que não deteve um chute de Everton Felipe.

Kaká está de volta?
Ao marcar seus primeiros dois gols pelo São Paulo, Igor foi novamente chamado de “novo Kaká”. As semelhanças são muitas. O ídolo são-paulino também fez seus dois primeiros gols numa vitória por 2 a 1 (sobre o Botafogo), numa partida de mata-mata (na final do Rio-SP 2001).

Além disso, Igor atua numa posição similar ao do melhor do mundo em 2007. O estilo é parecido, também. Igor tem trejeitos de Kaká, seja na corrida em campo ou no momento de dar entrevistas. Ambos começaram a carreira na base do São Paulo. Após a partida contra o Ituano, o próprio Igor falou sobre as semelhanças.

“Pessoal na base já falava bastante sobre a comparação. Para mim é uma honra porque é ídolo, que já ganhou muitos títulos, jogou em alto nível, foi o melhor do mundo. É um atleta que tenho como espelho. Mas ele teve a carreira dele e eu tenho a minha agora. Prefiro que falem de mim [risos], não falem ‘Kakazinho’, falem Igor Gomes”.

O suporte
Depois do jogo, Igor ressaltou o papel da família na sua trajetória no futebol. Ainda no vestiário, o meia fez uma ligação de vídeo e agradeceu aos pais, que se emocionaram do outro lado da linha.

Outra figura importante para a evolução do meio-campista foi Raí, que desde setembro do ano passado se aproximou do garoto a fim de passar dicas valiosas. Entre elas, o hábito de entrar na área para concluir, exatamente como fez nos gols diante do Ituano.


Dinheiro em contratações? Cotia é que salva
O São Paulo abriu os cofres para contratar Hernanes e Pablo no começo da temporada, mas no primeiro duelo de mata-mata do Estadual foram os garotos que resolveram. Além de Igor, Antony, companheiro há tempos na base, teve bom desempenho.

Foi dele o início da jogada do segundo gol. O atacante também se tornou uma válvula de escape do São Paulo diante de um Ituano fechado no Morumbi. Vale lembrar que Antony fez o primeiro gol como profissional na última rodada da fase de grupos, contra o São Caetano. Igor também ressaltou a importância da base são-paulina.

“Cotia, como muita gente fala, é sim uma fábrica de talentos. Mas não posso deixar de ressaltar aqui o trabalho do grupo, do pessoal mais experiente tem com a gente. Eles passam muita tranquilidade. Eles nos acolhem muito bem e isso nos dá muita tranquilidade”.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Cuca indica estreias de Pato, Vitor Bueno e Tchê Tchê contra o Botafogo

saopauloadmin23 de abril de 2019

Jogadores do São Paulo choram e quase negam medalhas

saopauloadmin21 de abril de 2019

Liziero avança em recuperação, enquanto São Paulo trabalha bola parada

saopauloadmin19 de abril de 2019

Luan, o indispensável!

saopauloadmin18 de abril de 2019

Pablo passará por procedimento cirúrgico

saopauloadmin17 de abril de 2019

Cuca acena com time mais experiente para decisão em Itaquera

saopauloadmin15 de abril de 2019

São Paulo x Corinthians: Cuca explica problema sentido por Antony no clássico

saopauloadmin15 de abril de 2019

Um ano após não receber boa tarde, Carille ganhará presente do São Paulo

saopauloadmin13 de abril de 2019

Leco despista sobre saída de Nenê: “Não temos projeto de liberação de nenhum jogador”

saopauloadmin11 de abril de 2019