Destaque Noticia

Pablo já iguala 2019 e vira referência no SPFC

Pablo está longe de viver o seu melhor momento na carreira. Ainda assim, o camisa 9 virou referência no São Paulo. Nesta temporada, mesmo com lesões, oscilação de rendimento e a paralisação nas competições por causa da pandemia do novo coronavírus, já igualou a sua performance de 2019 — em que fechou o ano como o artilheiro do time com sete gols.

Mais do que os números, a postura do atacante tem agradado o técnico Fernando Diniz e os integrantes do departamento de futebol. Nas últimas semanas, por exemplo, ele fez o possível para acelerar o processo de recuperação e voltar a atuar após lesão na costela sofrida durante a partida contra o Atlético-MG, no dia 3 de setembro.

A previsão inicial era de que o jogador poderia ser liberado para atuar em três semanas. Com o trabalho intensivo de fisioterapia em dois períodos diários, ele pôde ficar em condições para defender o time uma semana antes do esperado (no jogo contar o River Plate).

“Sobre o Pablo temos de enaltecer o sacrifício. Era uma lesão que a princípio levaria mais tempo. Ele se sacrificou muito para poder nos ajudar”, destacou o técnico Fernando Diniz.

Fora de campo, o atacante é visto como uma das lideranças do time. Em setembro do ano passado, por exemplo, quando o Tricolor estudava quem seria o substituto do técnico Cuca, ele foi um dos atletas questionados pela diretoria para saber qual era a opinião sobre Diniz. Como os dois tinham trabalhado juntos no Athletico-PR, ele deu o aval para os dirigentes conversaram com o treinador.


Vale destacar também o bom relacionamento de Pablo com o comandante. Mesmo quando o jogador não teve bom rendimento nesta temporada, ele contou com o apoio do técnico. Não foram raros os momentos em que os dois conversaram por muito tempo no CT da Barra Funda.

Pablo não balança as redes há quatro partidas. A última vez foi na vitória sobre o Sport, por 1 a 0, no dia 23 de agosto. Vale destacar que neste período ele também não pôde atuar em outros três jogos por causa de lesão. Nesta terça-feira, dia 22, no Equador, contra a LDU, pela Copa Libertadores, ele deve ter outra chance ao ser escalado para formar a dupla com Vitor Bueno no sistema ofensivo tricolor.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 3 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Com Hernanes, Igor Vinícius e Juanfran em campo, São Paulo treina visando o Flamengo

saopauloadmin30 de outubro de 2020

“A gente precisa melhorar o nosso sistema em termos de tomar gols” lamenta Diniz

saopauloadmin29 de outubro de 2020

Diniz elogia melhora do São Paulo e sai em defesa de Daniel Alves

saopauloadmin26 de outubro de 2020

Muralha! Volpi repete atuação da semifinal do Paulista de 2019 em decisão por pênaltis contra o Fortaleza

saopauloadmin26 de outubro de 2020

Fora da seleção brasileira, Daniel Alves repensa situação no clube e quer voltar a ser lateral

saopauloadmin24 de outubro de 2020

São Paulo perderá apenas uma posição no Brasileiro com jogo adiado

saopauloadmin23 de outubro de 2020

São Paulo pega argentinos na Sul-Americana

saopauloadmin23 de outubro de 2020

Quando foi a última vez que o São Paulo fez 5 gols em um jogo?

saopauloadmin21 de outubro de 2020

Sul-Americana, Copa do Brasil ou Brasileirão: qual torneio se dedicar?

saopauloadmin20 de outubro de 2020