Destaque Noticia

“Reage, reage” ordem de Diniz contagia elenco na pré-temporada do São Paulo

O São Paulo iniciou sua pré-temporada na última quarta-feira e um grito tem ecoado constantemente pelo CFA Laudo Natel, em Cotia. “Reage, reage”, brada Fernando Diniz. É o código para que os jogadores não se abatam após uma perda de bola e marca uma das ideias de jogo que o técnico quer afinar para o Tricolor em 2020.

Esses gritos estão ligados a uma estratégia de marcação chamada “perde-pressiona”. O conceito é simples: ao perder a bola no campo de ataque, o time precisa ser agressivo e reagir imediatamente para tentar tomar a bola do adversário. Quanto mais rápido isso acontecer, as chances de retomada da posse aumentam e a distância para o gol rival fica menor.

O torcedor do São Paulo já viu bastante desse conceito em dois momentos recentes do clube. Em 2015, Juan Carlos Osorio era um adepto ferrenho do “perde-pressiona”. Dois anos depois, os ensinamentos do colombiano inspiraram Rogério Ceni a tentar fazer o mesmo. Para isso, os técnicos costumam apostar em times mais intensos e velozes, capazes de encurralar os adversários antes mesmo de a bola cruzar o meio de campo.

Diniz quer que isso seja uma marca do São Paulo deste ano. O técnico conversa sobre isso com o grupo desde o ano passado, mas entendia que seria preciso mais tempo de treinamento para que a equipe ficasse ajustada para a estratégia. Caso contrário, o time se adianta com o objetivo de pressionar e recuperar a posse, mas o faz de forma desordenada e deixa buracos na transição defensiva.

Um exemplo de como um “perde-pressiona” mal executado pode castigar uma equipe aconteceu com o São Paulo no Campeonato Paulista de 2018, sob o comando de Dorival Júnior. O agora treinador do Athletico Paranaense sempre foi um incentivador dessa tática e também quis usá-la no Tricolor, mas um elenco mais pesado e ainda sem afinação para isso acabou se adiantando frouxamente contra o Santos e permitindo gol de Gabigol no Morumbi.


É por isso que Diniz tem sido tão insistente com os pedidos de “reage, reage”. A mensagem precisa ficar automática no subconsciente do jogador. O “perde-pressiona” precisa se tornar natural, espontâneo. E até aqui os jogadores têm mostrado boa recepção para a ideia. Não à toa, alguns dos atletas ajudam a reforçar os gritos do técnico, como o goleiro Tiago Volpi, o zagueiro Bruno Alves ou o volante Luan.

A estratégia acaba servindo também como um trabalho psicológico para evitar cenas de jogadores se lamentando após um gol ou uma bola perdida, enquanto o adversário se arma para contra-atacar. Diniz quer mais concentração e foco no jogo coletivo e cobra muito os meias e atacantes quando esses se viram para lamentar um passe ou um drible que não entrou.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Mesmo com a paralisação, Rojas corre contra o tempo para voltar aos gramados e renovar seu contrato

saopauloadmin27 de março de 2020

Coronavírus: Diniz elogia postura do SPFC em negociação com jogadores devido à pausa

saopauloadmin27 de março de 2020

“Temos dado valor a coisas que não valem” diz Dani Alves em Live veja o que mais ele falou

saopauloadmin24 de março de 2020

Trio do São Paulo encabeça lista de maiores finalizadores do Paulistão antes da pausa

saopauloadmin24 de março de 2020

Fla tentou Dani Alves um dia antes de acerto com São Paulo, diz dirigente do tricolor

saopauloadmin20 de março de 2020

Por prevenção, São Paulo decide adiar reunião do Conselho Deliberativo, como antecipado pelo Blog

saopauloadmin20 de março de 2020

Jogadores do São Paulo se reúnem para jogar futevôlei em meio à paralisação

saopauloadmin18 de março de 2020

VAI PARAR? Saiba como será a agenda de treinos do São Paulo com a parada para o Coronavírus

saopauloadmin16 de março de 2020

SUSPENDEU! Conmebol decide suspender jogos da Libertadores da América

saopauloadmin12 de março de 2020