Destaque Noticia

Reunião de hoje deve definir situação de Crespo no são Paulo

Entrevistado pelo departamento de futebol do São Paulo, Hernán Crespo deixou o Defensa y Justicia e ainda não confirmou o seu destino. Na noite de ontem (7), o presidente do clube argentino, Jose Lemme, disse ao UOL Esporte que o técnico acertou a sua rescisão a fim de sacramentar a mudança ao Morumbi. A situação, contudo, segue sem um desfecho, e os paulistas ainda avaliam outras possibilidades no mercado da bola.

A cúpula tricolor ainda é cautelosa quanto à definição do novo comandante. O presidente Julio Casares e seus pares no futebol — o diretor Carlos Belmonte Sobrinho e o coordenador Muricy Ramalho — se reunirão entre hoje (8) e amanhã (9) com o intuito de apontar o escolhido para o cargo. Além de Crespo, há uma série de nomes entrevistados pelo clube e que podem surgir como alternativa no trabalho. Há a predileção por um estrangeiro neste momento. Os únicos descartados são Marcelo Gallardo e André Villas-Boas. Ambos pediram valores muito altos para chegar ao CT da Barra Funda.

No podcast Posse de Bola, na manhã de hoje, o jornalista Arnaldo Ribeiro informou que São Paulo e Crespo negociam número de auxiliares, taxa de câmbio para o salário e cláusula de rescisão. Estas são as únicas pendências para a negociação.

Foram procurados mais de dez nomes estrangeiros para o cargo — Marcelo Gallardo, André Villas-Boas, Marco Silva, Guillermo Barros Schelotto, Vítor Pereira, Miguel Ángel Ramírez, Leonardo Jardim, Bruno Lage e Sebastián Beccacece também estão na lista. O predileto nos bastidores do São Paulo é o espanhol Miguel Ángel Ramírez. O problema é que o comandante tem um acordo verbal com nova gestão do Internacional e não pretende quebrá-lo para acertar a mudança para outro clube. O europeu está apalavrado com o presidente Alessandro Barcellos e aguarda o término da temporada para se mudar para Porto Alegre.


Outro entrevistado pela cúpula, como o português Marco Silva, que está livre no mercado desde a saída do Everton-ING, também surge como uma possibilidade que agrada nos bastidores. O que pode complicar a sua contratação é a questão cambial. Hoje, o euro está valorizado em relação à moeda brasileira — 1 euro vale R$ 6,50 na cotação atual.

Diante disso, Hernán Crespo surge como uma das alternativas mais atraentes para o São Paulo neste momento, sobretudo pelo trabalho feito no Defensa y Justicia, no qual sagrou-se campeão da Copa Sul-Americana, e pelos valores envolvidos no negócio — ele teria salário inferior ao de Fernando Diniz, que recebia sozinho cerca de R$ 300 mil mensais.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Orejuela é do São Paulo!

saopauloadmin3 de março de 2021

Muricy revela quais reforços São Paulo busca no mercado

saopauloadmin24 de fevereiro de 2021

São Paulo faz nova proposta por Kanu, mas valores não agradam Botafogo

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

Carneiro: Atacante quer ficar e terá um mês com Crespo

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

São Paulo corre risco de perder principal jogador em reta decisiva do Brasileirão

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

Fatos e curiosidades sobre Hernán Crespo

saopauloadmin13 de fevereiro de 2021

Saiu na frente? Pedida de Schelotto se encaixa com o perfil do Tricolor!

saopauloadmin4 de fevereiro de 2021

São Paulo procura Gallardo e treinador define valor para sair do River Plate

saopauloadmin4 de fevereiro de 2021

Aumentam as chances de André Villas-Boas ser o novo técnico do São Paulo

saopauloadmin2 de fevereiro de 2021