Destaque Principal

São Paulo confirma desistência de construtora e culpa oposição

O São Paulo confirmou, na tarde desta terça-feira, que a construtora Andrade Gutierrez desistiu de participar da reforma do Morumbi. Segundo nota oficial divulgada no site do clube, a decisão foi motivada por ataques de oposicionistas à empresa.

Tanto no dia da votação do Conselho como no último sábado, em audiência pública sobre o assunto, membros da oposição citaram uma matéria da revista Veja, que dizia que a Andrade Gutierrez estava envolvida em uma rede de corrupção. No sábado, Leonardo Serafim, diretor jurídico do clube, respondeu os questionamentos da seguinte forma:

E MAIS:
> Souza já é dado como certo no São Paulo, e Grêmio confirma
> Clube italiano faz sondagem pelo meia Maicon, titular do time
> Nota oficial da diretoria do São Paulo Futebol Clube

– Primeiro, não podemos tomar com base apenas uma matéria veiculada na imprensa acusando alguém de algo. Se fosse assim, não poderíamos permitir a entrada de algumas pessoas aqui no clube. Segundo, ninguém melhor do que o Kalil Rocha Abdalla, candidato de vocês, para responder sobre a Andrade Gutierrez. Na Santa Casa, onde ele é provedor, há projetos tocados pela Andrade Gutierrez.

Na nota, o Tricolor informou que a construtora cedeu o projeto para que uma outra empresa execute. Agora, a diretoria corre em busca de uma nova parceira. Antes, a intenção era pôr o projeto em votação novamente em fevereiro. Após a aprovação, a ideia é iniciar a obra em dois meses e inaugurar o “novo Morumbi” um ano e meio depois. O estádio provavelmente ficará fechado por um tempo.

O problema é que a oposição já boicotou uma reunião em dezembro, impedindo que o quórum mínimo de 75% dos conselheiros fosse atingido. Apesar da acusação, os adversários de Juvenal se sentem fortalecidos com a notícia. Afinal, contestar o projeto do Morumbi, que prevê a construção de uma cobertura e de uma arena multiuso atrás de um dos gols, é prática recorrente dos aliados de Kalil Rocha Abdalla, oponente do situacionista Carlos Miguel Aidar nas eleições de abril, quando será escolhido o sucessor de Juvenal Juvêncio na presidência.

Fonte: LANCENET

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Principal

Mais em Destaque Principal

Doriva cede, coloca Rodrigo Caio como zagueiro e retoma dupla de Osorio

saopauloadmin2 de novembro de 2015

Terra do M1TO

saopauloadmin20 de novembro de 2014

Com vantagem no Choque-Rei, Tricolor defende bons números

saopauloadmin2 de fevereiro de 2014

Lateral do São Paulo faz exames médicos para fechar com Ponte Preta

saopauloadmin30 de janeiro de 2014

Conversa e ajustes antes do Rio Claro

saopauloadmin28 de janeiro de 2014

Lúcio relata bronca e premeditação de Autuori para dispensá-lo

saopauloadmin27 de janeiro de 2014

Jornalista critica meio-campo do São Paulo e dá crédito a Luis Fabiano

saopauloadmin26 de janeiro de 2014

Tricolor aposta nos laterais para bater o Oeste

saopauloadmin26 de janeiro de 2014

Recém-chegado, uruguaio já estreia pelo São Paulo

saopauloadmin26 de janeiro de 2014