Destaque

São Paulo contrata Cuca

Novo treinador assumirá o comando após o fim do Paulistão

A diretoria do São Paulo definiu nesta quinta-feira (14) a contratação do técnico Cuca para o comando do time principal. O treinador, que passa por tratamento cardiológico, assumirá a equipe após o fim do Campeonato Paulista. Até lá, em acordo com Cuca, o coordenador técnico Vagner Mancini terá o comando interino da equipe.

André Jardine seguirá no clube, mas deixa o comando técnico da equipe principal após 19 jogos. No Tricolor desde 2015, o treinador conquistou sete títulos pelo Sub-20: Libertadores (16), Copa do Brasil (15 e 16), Copa RS (15 e 17), Paulista (17) e Copa Ouro (15), além do vice da Copa SP-18.

Aos 55 anos, Cuca retorna ao Tricolor mais experiente e vitorioso, com destaque aos títulos da Copa Libertadores da América de 2013 e do Campeonato Brasileiro de 2016.

O comandante esteve à frente do time são-paulino em 2004, quando foi semifinalista da Libertadores, e participou da montagem do elenco que fez história na temporada seguinte com as memoráveis conquistas do Mundial, da competição continental e do Paulista.

Além do treinador, o clube também acertou a chegada do auxiliar técnico Avlamir Stival, conhecido como Cuquinha, que já integrará a comissão técnica. A dupla reencontrará o preparador físico Carlinhos Neves: juntos, os três participaram de campanhas vitoriosas nos últimos anos.

O último trabalho de Cuca antes de voltar ao Tricolor foi no Santos, em 2018, quando comandou a arrancada da equipe no Campeonato Brasileiro: contratado em julho, tirou o time da zona do rebaixamento e se manteve na disputa por uma vaga no G-6 até a última rodada.

CUCA

Nome completo: Alexi Stival
Data de nascimento: 07/06/1963 (55 anos)
Local de nascimento: Curitiba (PR)

Clubes como jogador: Santa Cruz-RS, Juventude, Grêmio, Valladollid, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, Portuguesa, Remo, Juventude, Chapecoense e Coritiba

Clubes como treinador: Uberlândia (1998), Avaí (1999), Brasil de Pelotas (1999), Avaí (2000), Inter de Limeira (2000), Remo (2001), Inter de Lages (2001), Gama (2002), Criciúma (2002), Paraná (2003), Goiás (2003), São Paulo (2004), Grêmio (2004), Flamengo (2005), Coritiba (2005), São Caetano (2005), Botafogo (2006-08), Santos (2008), Fluminense (2008), Flamengo (2009), Fluminense (2009-10), Cruzeiro (2010-11), Atlético-MG (2011-13), Shandong Luneng (2014-15), Palmeiras (2016 e 2017), Santos (2018) e São Paulo (desde 2019)

Títulos como jogador: Campeonato Gaúcho (1988, 1989, 1990 e 1991), Copa do Brasil (1989), Supercopa do Brasil (1990), Campeonato Paraense (1994) e Campeonato Catarinense (1996)

Títulos como treinador: Taça Rio (2007 e 2008), Copa Peregrino (2008), Taça Guanabara (2009), Campeonato Carioca (2009), Campeonato Mineiro (2011, 2012 e 2013), Copa Libertadores da América (2013), Copa da China (2014), Supercopa da China (2015) e Campeonato Brasileiro (2016)

Premiações: Melhor treinador do Campeonato Mineiro (2011, 2012 e 2013) e Melhor treinador do Campeonato Brasileiro (2016)

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

“Concentrados, vamos batalhar para defender a nossa vantagem em Itu”

saopauloadmin26 de março de 2019

“Novo Kaká” anima Tricolores

saopauloadmin25 de março de 2019

Mancini nega injustiça com Jean no São Paulo e “pede respeito ao clube”

saopauloadmin21 de março de 2019

São Paulo só empata com rebaixado São Caetano, mas garante a classificação

saopauloadmin21 de março de 2019

Cuca “ganha” volante e São Paulo deve ter retorno de lateral da base

saopauloadmin20 de março de 2019

Hernanes sai com dores e deve desfalcar o São Paulo em decisão

saopauloadmin17 de março de 2019

#EstaremosSempreJuntos: sábado é dia de todos no Pacaembu

saopauloadmin14 de março de 2019

Com portões fechados, Mancini comanda treino coletivo no São Paulo

saopauloadmin13 de março de 2019

Tricolor pressiona, mas empata com a Ferroviária

saopauloadmin10 de março de 2019