Destaque Noticia

São Paulo, Ganso, Sevilla e DIS: veja a equação que pode selar saída do meia

obtain cheaply generic pills online – http://hermanoki.mhs.narotama.ac.id/2016/11/30/obtain-cheaply-generic-pills-online/ put in cart inexpensively drugs without rx

Buy cheap Viagra online

Enquanto trabalha intensivamente para se recuperar de um estiramento na coxa direita e voltar ao time do São Paulo o mais rapidamente possível, Paulo Henrique Ganso tem a expectativa de que o Sevilla faça nova proposta para contratá-lo.

O valor da segunda investida seria de 9 milhões de euros (R$ 33,2 milhões). O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva disse que os 8 milhões de euros oferecidos previamente pelos espanhóis “estavam longe” do que ele quer pelo meia.

Há nessa negociação algumas pontas a serem unidas. Ganso pediu para ser vendido. Gostou da ideia de jogar no Sevilla sob o comando de Jorge Sampaoli, campeão da Copa América de 2015 pelo Chile, e perto do amigo Neymar, que está no Barcelona. Sua relação com o São Paulo é tranquila, embora ele se incomode com o fato de não ter recebido aumentos salariais.

Hoje, o São Paulo tem 32% de seus direitos econômicos, enquanto 68% pertencem ao grupo DIS. Isso significa que, na hipótese de o clube aceitar os R$ 33,2 milhões, ficaria com R$ 10,6 milhões. Valor menor do que o investimento feito em 2012, quando pagou R$ 16,4 milhões dos R$ 23,9 milhões ao Santos.

Aí entra outro elemento importante: o término do contrato.

Ganso tem vínculo com o Tricolor até setembro de 2017. Significa que, no início do ano que vem, ele poderá acordar sua saída para outra equipe sem que o São Paulo ou o DIS recebam compensações financeiras. A tendência neste momento é que Ganso saia nesta atual janela de transferências. Vai ser medido o poder de barganha de cada uma das partes.

O DIS está disposto a negociar e ceder determinado percentual ao São Paulo, desde que não tenha grande prejuízo na operação. A empresa investiu R$ 7,5 milhões em 2012 para ajudar a viabilizar a saída de Ganso do Santos para o Morumbi. Conta a favor do camisa 10 a boa relação com Delcir Sonda, dono da empresa que não deve colocar empecilhos no futuro do meia.

Se de fato ceder um percentual, a empresa dará ao clube mais motivos para efetuar a transferência. Por quê? Porque o DIS não tem direito de vender.
Investidores não podem ter nenhuma interferência nos direitos federativos, no contrato, no registro de um jogador. Sua atuação limita-se à área financeira.
Então, se Ganso sair no ano que vem, de graça, o prejuízo do DIS seria maior do que o do São Paulo. Clube e investidor poderão negociar que percentual agrada a ambos para que a venda de Ganso seja realizada agora.


Em resumo: Ganso quer jogar no Sevilla. O Sevilla quer Ganso e pode aumentar a proposta para 9 milhões de euros. Seu argumento para não aumentar a oferta é a proximidade do fim do contrato do jogador. O São Paulo aceita vendê-lo, principalmente diante do pedido do jogador, mas vai tentar ganhar o máximo possível, inclusive com cessão de percentual por parte do DIS. O DIS também torce pela negociação, e pode ceder para não ficar zerado, pois não tem poder de decidir sobre a negociação.
Se toda essa equação for resolvida, Ganso voltará da lesão na coxa direita para fazer seus últimos jogos com a camisa do São Paulo.

Fonte: Ge}

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 6 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

CBF admite erro da arbitragem na revisão de gol do São Paulo

saopauloadmin26 de novembro de 2020

Diniz não garante substituto de Brenner, mas afirma: “Confiança plena em quem entrar”

saopauloadmin25 de novembro de 2020

Apesar de empate frustrante, São Paulo atinge 12 jogos de invencibilidade e está perto de 3a maior marca em Brasileiros desde 2006

saopauloadmin23 de novembro de 2020

Ceni pede ao juiz para jogo acabar: “Meu time sem chance”

saopauloadmin19 de novembro de 2020

Vai ter festa no Morumbi! Quarta-feira às 19h00, recepção do ônibus tricolor

saopauloadmin16 de novembro de 2020

Rodrigo Nestor comemora estreia no São Paulo: ‘Sonhava desde criança’

saopauloadmin15 de novembro de 2020

Brenner foi aposta de Ceni no São Paulo aos 17 anos; hoje é carrasco

saopauloadmin12 de novembro de 2020

Diniz: O Flamengo poderia ter aproveitado, mas não aproveitaram as chances de erros nossos

saopauloadmin12 de novembro de 2020

“Não tem nada de kamikaze. Treinar o que a gente treina para poder sair jogando, é muito treino” afirma Diniz

saopauloadmin12 de novembro de 2020