Destaque

São Paulo vence com gol de Hernanes e alivia pressão antes de decisão

Após duas derrotas seguidas, o São Paulo voltou a vencer durante a tarde deste domingo. Jogando em um esvaziado Pacaembu, o time reserva do Tricolor sofreu, mas derrotou o frágil São Bento por 1 a 0, com um golaço de Hernanes, marcado no segundo tempo da partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

O resultado, além de garantir o São Paulo na liderança do Grupo D com nove pontos, alivia a pressão sobre o time dirigido por André Jardine às vésperas do primeiro duelo decisivo no ano, o jogo de ida da segunda fase da pré-Libertadores, contra o Talleres, nesta quarta-feira, na Argentina. O São Bento, por sua vez, segue na lanterna do Grupo B, com míseros dois pontos.

Após encarar os argentinos, o Tricolor enfrenta a Ponte Preta no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Moisés Lucarelli, pela sexta rodada do Estadual. Já o São Bento recebe a Ferroviária na sexta-feira, às 21 horas, em Sorocaba.

São Paulo vai mal e primeiro tempo dá sono

De olho no duelo decisivo com o Talleres, André Jardine promoveu dez alterações em relação à partida contra o Guarani. Helinho foi o único remanescente da última escalação. Já Arboleda, Anderson Martins, Bruno Peres, Everton e Pablo nem sequer foram relacionados. Assim como os lesionados Jucilei e Liziero, dúvidas para quarta-feira.

Embora o São Paulo tenha esboçado uma pressão inicial, a primeira chance de gol foi do São Bento. Aos oito minutos, após cobrança de escanteio, Paulinho desviou para trás na primeira trave, e Ewerton Páscoa testou na pequena área, mas mandou por cima. Em lance parecido, o Tricolor respondeu pouco depois, com cabeçada de Gonzalo Carneiro, que foi para fora.

Aos 18 minutos, o time visitante teve um gol anulado. Alecsandro recebeu na entrada da área e ajeitou de peito para Alex Maranhão bater no ângulo esquerdo de Jean. A arbitragem assinalou impedimento do camisa 9, mas Rodrigo dava condições milimétricas para o atacante.

Em uma rara boa jogada, Igor Vinícius fez boa triangulação com Hernanes e Everton Felipe e recebeu falta na frente da área. Na cobrança, o Profeta bateu forte no canto direito do goleiro Henal, que fez boa defesa. Na última oportunidade do primeiro tempo, Gonzalo Carneiro passou por três marcadores na entrada da área e chutou de esquerda, mas a bola sofreu desvio e saiu pela linha de fundo.

Profeta salva Tricolor e levanta torcida com golaço

O Tricolor voltou com Antony no lugar de Everton Felipe, um dos piores na primeira etapa. E logo no primeiro lance do segundo tempo o atacante campeão da Copinha quase abriu o placar.

Após grande passe de Hernanes, Helinho cruzou rasteiro na área. Igor Vinícius tentou finalizar, mas foi travado. No rebote, Gonzalo bateu forte, e Henal defendeu. Na sobra, Antony também parou no goleiro. O São Bento respondeu pouco depois. Edson Ratinho recebeu na direita e cruzou. A bola fez a curva e acertou o travessão de Jean, que levaria um gol de cobertura.

Quando torcida já dava mostras de impaciência, Hernanes apareceu para tranquilizá-la com um golaço, o seu primeiro no Estadual. Aos 15 minutos, o Profeta recebeu na entrada da área, ajeitou para a esquerda e bateu colocado. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Após 75 minutos de atuação, contando os acréscimos do primeiro tempo, Hernanes deu lugar a Jonatan Gómez e teve o nome gritado pela torcida. O time da casa ainda desperdiçou um pênalti nos acréscimos, cometido pelo zagueiro João Paulo, que tocou a bola com o ombro dentro da área. Na cobrança, o substituto do Profeta bateu no canto direito do goleiro, que pulou para fazer a defesa.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 SÃO BENTO

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 3 de fevereiro de 2019, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Anderson Jose de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo
Público: 10.118 torcedores
Renda: R$ 297. 373,00
Cartão Amarelo: João Paulo, Edson Ratinho e Guilherme Romão (São Bento)
Cartão Vermelho: –
Gol:

SÃO PAULO: Hernanes, aos 14 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Jean; Igor Vinícius (Hudson), Bruno Alves, Rodrigo e Léo; Willian Farias, Araruna e Hernanes (Jonatan Gómez); Helinho, Gonzalo Carneiro e Everton Felipe (Antony)
Técnico: André Jardine

SÃO BENTO: Henal; Everton Silva, Ewerton Páscoa, Diego Ivo e Guilherme Romão; Fábio Bahia, Edson Ratinho e João Paulo; Paulinho (Tiago Luis), Alex Maranhão (Mazola) e Alecsandro (Henan)
Técnico: Marquinhos Santos

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Mais em Destaque

Mancini não garante Nenê “titular” no São Paulo: “Ser meu amigo não o credencia a isso”

saopauloadmin16 de fevereiro de 2019

Mancini diz que só aceitou ser interino por Cuca: ‘É o técnico ideal’

saopauloadmin15 de fevereiro de 2019

São Paulo contrata Cuca

saopauloadmin14 de fevereiro de 2019

Reapresentação com novidades para semana de decisão

saopauloadmin11 de fevereiro de 2019

Discurso de Jardine não é traduzido em campo, e São Paulo se vê em crise

saopauloadmin10 de fevereiro de 2019

Organizada ameaça elenco e Leco e diz que prazo é até 4a feira

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019

Nos últimos quinze jogos por competições sul-americanas, SP acumula treze expulsões

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019

Sob tensão! São Paulo perde para Talleres e se complica na Liberta

saopauloadmin7 de fevereiro de 2019

Apostas: São Paulo tem estreia complicada na Libertadores

saopauloadmin5 de fevereiro de 2019