Destaque

Tchê Tchê reforça o Tricolor

Após os retornos de Cuca e Alexandre Pato, o São Paulo acertou a contratação de mais um reforço para o segundo semestre: o meio-campista Tchê Tchê, de 26 anos, que estava Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

O jogador assinou contrato com o clube nesta segunda-feira (1º de abril), válido pelas próximas quatro temporadas, e fará os exames médicos no início da semana antes de começar as atividades no Centro de Treinamento da Barra Funda.

A chegada do versátil atleta, que ganhou destaque no futebol brasileiro por Audax e Palmeiras, segue o planejamento da diretoria em reforçar a equipe são-paulina nas disputas da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro.

CARREIRA

Danilo das Neves Pinheiro, o Tchê Tchê, nasceu em São Paulo e começou a carreira no Audax. Após passagens por Guaratinguetá, Ponte Preta e Boa Esporte, o meio-campista retornou ao futebol paulista e foi um dos destaques do estadual de 2016.

Sob o comando do técnico Fernando Diniz, Tchê Tchê fez parte da grande campanha do Audax no Campeonato Paulista e foi finalista da competição regional, sendo vice-campeão. Em alta, o jogador foi eleito revelação e melhor meia do torneio daquele ano, despertando o interesse do Palmeiras.

No arquirrival do Tricolor, o meio-campista manteve a regularidade e conquistou o Campeonato Brasileiro de 2016, sendo eleito o melhor volante no Prêmio Bola de Prata e Melhor volante no Prêmio Craque do Brasileirão – organizado pela CBF. Assíduo, disputou 37 das 38 rodadas.

Em 2018, após duas boas temporadas no time palmeirense, Tchê Tchê foi transferido para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia. No Velho Continente, o jogador adquiriu mais experiência e disputou a Liga dos Campeões e a Liga Europa antes de acertar a chegada ao São Paulo.

TCHÊ TCHÊ

Nome completo: Danilo das Neves Pinheiro
Data de nascimento: 30/08/1992 (26 anos)
Local de nascimento: São Paulo-SP
Posição: meio-campista
Altura: 1m75
Peso: 64kg

Clubes: Audax (2011-2014), Guaratinguetá (2014), Ponte Preta (2015), Boa Esporte-MG (2015), Audax (2016), Palmeiras (2016-2019), Dínamo de Kiev-UCR (2018-2019) e São Paulo (desde 2019)

Títulos: Vice-campeonato paulista (2016), Campeonato Brasileiro (2016 e 2018) e Supercopa da Ucrânia (2018)

Premiações: Revelação do Campeonato Paulista (2016), Melhor meia do Campeonato Paulista (2016), Melhor volante no Prêmio Bola de Prata (2016) e Melhor Volante no Prêmio Craque do Brasileirão (2016)

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

Lucas Moura não esconde desejo em retornar ao São Paulo: “É o time que eu amo”

saopauloadmin26 de março de 2020

Daniel Alves escreve para Bolsonaro: “Deveria prezar pelo bem do povo”

saopauloadmin25 de março de 2020

Contra pandemia, São Paulo põe CTs e Morumbi à disposição do Governo

saopauloadmin19 de março de 2020

Nota oficial

saopauloadmin13 de março de 2020

São Paulo deixa vitória escapar e é derrotado na estreia

saopauloadmin6 de março de 2020

Favoritíssimo à próximo presidente do São Paulo, Casares diz: “Queremos unir oposição e situação, sãopaulinos de verdade.”

saopauloadmin2 de março de 2020

São Paulo vence a Ponte no Morumbi

saopauloadmin1 de março de 2020

Depois de Pato, grupo quer ver Pablo se recuperar contra a Ponte Preta

saopauloadmin1 de março de 2020

Conmebol divulga vídeo ensinando como assistir jogo pelo Facebook em TV SMART

saopauloadmin1 de março de 2020