Destaque Noticia

Técnico do SP afirma que Pato estava insatisfeito no clube e manda recado para o elenco

Na última quarta-feira, Alexandre Pato acertou sua rescisão contratual junto ao São Paulo e está livre para acertar com um novo clube. Apesar do atacante ter perdido espaço com Fernando Diniz, o treinador do Tricolor garante que não pediu o afastamento do jogador.

Na entrevista coletiva após o empate com o Bahia, Diniz deixou claro que fez a troca no time titular buscando melhorar o desempenho do time após a paralisação, destacando as boas atuações de Pato sob o seu comando nos primeiros meses do ano.

“Acredito que fui bastante responsável pela melhora que o Pato teve no primeiro semestre. Desde que ele chegou ao São Paulo nessa volta, provavelmente foi o melhor momento dele. Depois da pandemia, eu não pedi o afastamento do Pato”, afirmou Diniz.

“Simplesmente achei que tinha jogadores melhores para começar jogando, fiz uma mudança, não dá para mudar todo mundo, porque o time vinha sendo muito elogiado e, em seis dias depois da pandemia, tudo mudou. Acho que o Pato ficou insatisfeito e ele que decidiu pedir a rescisão contratual”, completou.

Raí, diretor de futebol do Tricolor, também falou sobre a saída de Pato. O executivo garantiu que partiu do jogador o interesse pela rescisão contratual.

“O jogador manifestou a insatisfação e o desejo de sair mais de uma vez. Sentamos com ele depois de consultar a comissão técnica e tomamos uma decisão, chegando a um acordo com o jogador. Para a gente esse assunto já está encerrado, uma página virada, desejamos sorte ao Alexandre Pato”, disse Raí.


Recado para o elenco

Diniz também aproveitou para pontuar sua opinião sobre jogadores que estejam insatisfeitos no São Paulo. Ao responder uma pergunta sobre a troca de Everton por Luciano, o treinador foi enfático ao dizer que deseja trabalhar com atletas focados no projeto esportivo do Tricolor.

“A troca aconteceu por iniciativa do próprio Everton, que quis sair, assim como o Pato, como o Anderson Martins. Os jogadores que estão no São Paulo, um time desse tamanho, e estão insatisfeitos, querem sair, eu acho que têm que sair mesmo. A gente tem que trabalhar com quem quer ficar, com quem quer melhorar, com quem quer trabalhar para fazer o time vencer nesse momento”, finalizou Diniz.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque Noticia

Mais em Destaque Noticia

Muricy revela quais reforços São Paulo busca no mercado

saopauloadmin24 de fevereiro de 2021

São Paulo faz nova proposta por Kanu, mas valores não agradam Botafogo

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

Carneiro: Atacante quer ficar e terá um mês com Crespo

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

São Paulo corre risco de perder principal jogador em reta decisiva do Brasileirão

saopauloadmin16 de fevereiro de 2021

Fatos e curiosidades sobre Hernán Crespo

saopauloadmin13 de fevereiro de 2021

Reunião de hoje deve definir situação de Crespo no são Paulo

saopauloadmin8 de fevereiro de 2021

Saiu na frente? Pedida de Schelotto se encaixa com o perfil do Tricolor!

saopauloadmin4 de fevereiro de 2021

São Paulo procura Gallardo e treinador define valor para sair do River Plate

saopauloadmin4 de fevereiro de 2021

Aumentam as chances de André Villas-Boas ser o novo técnico do São Paulo

saopauloadmin2 de fevereiro de 2021