Destaque

Tricolor vê Helinho mais forte e técnico empolgado para recuperar garoto

Pelo segundo ano consecutivo, Helinho deve começar como titular do São Paulo. A diferença é que agora há bem menos pressa e responsabilidade sobre o garoto nascido em 2000 e criado em Cotia. E é por isso que o técnico Fernando Diniz e a diretoria do clube confiam que o meia-atacante, enfim, poderá engrenar no profissional.

A primeira razão para essa confiança ficou à mostra nos treinos no CFA Laudo Natel. Helinho voltou das férias bem mais forte do que no ano passado. Uma estimativa fala em 4kg a mais de massa magra para o jovem, que também mudou a forma de encarar as atividades. Está mais ativo, mais intenso e, muito pelo ganho de força, mais preparado para disputas de corpo a corpo.

Helinho também tem chamado a atenção pelo índice de acertos nas finalizações. Esse sempre foi um ponto positivo a seu favor na base, mas no profissional ele tem somente um gol em 25 partidas, aquele golaço no ângulo logo em sua estreia pelo time principal contra o Flamengo, em 2018. O lance, aliás, pode explicar um pouco da irregularidade da promessa.

Ao longo do ano passado, em treinos e jogos, Helinho insistiu demais em tentativas de outros golaços. O que poderia ser reflexo de confiança ou coragem passou a ser uma dificuldade para ler as jogadas e escolher a melhor forma de definir. Nem sempre seria possível ter espaço e equilíbrio para finalizar como aconteceu contra o Flamengo, ainda sob o comando de Diego Aguirre.

A versão de 2020 de Helinho, ainda que sem a temporada começar de fato, apresenta mais objetividade. O garoto está chutando, firme como sempre, mas de forma mais rápida, prática. E isso tem se convertido em gols. Foi assim no jogo-treino contra a Caldense, no último domingo, com um tento de cabeça e outro de pé direito, mesmo sendo canhoto. Ontem, novamente se destacou com gols e variação no tipo de finalizações.

Os jogadores mais velhos estão cada vez mais dando palavras de apoio a Helinho, que tem tudo para seguir como titular até a volta de Antony da seleção brasileira olímpica. E Fernando Diniz sabe que vai precisar de toda ajuda possível para manter a cabeça do jovem mais concentrada e confiante para esta temporada.

O técnico tem reconhecido trabalho psicossocial e acredita que essa sua especialidade pode fazer a diferença no processo de recuperação de Helinho. Na base, o camisa 11 chegou a ser mais badalado e confiável do que o próprio Antony, que por sua vez deu passos muito maiores e certeiros no profissional justamente por ter mais atitude e personalidade.


As curvas dos dois se inverteram bruscamente em 2019. Helinho saiu de titular na Copa Libertadores da América a reserva pouco utilizado e pouco eficiente. Antony saiu de “rebaixado” ao sub-20 para ser referência e xodó da torcida no time principal.

Diniz já mostrou desejo de recuperar Helinho desde que chegou ao São Paulo. Passou a dar mais chances a ele na reta final do Campeonato Brasileiro e tem o deixado à vontade no time titular na pré-temporada em Cotia. O técnico para e conversa com o pupilo quantas vezes for necessário dentro de um treino e ao longo do dia no CFA e acredita que esse trabalho dará resultado.

Clique para adicionar um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 16 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Mais em Destaque

“Pumas libera Iturbe de graça ao São Paulo por 1 ano com opção de compra

saopauloadmin23 de janeiro de 2020

Trechos da coletiva de Fernando Diniz depois da vitória

saopauloadmin23 de janeiro de 2020

Destaque do jogo: Daniel Alves

saopauloadmin23 de janeiro de 2020

Tricolor confia em redenção de Pato em 2020: “Passou treinando as férias inteiras”

saopauloadmin22 de janeiro de 2020

Clube europeu faz sondagem por Antony e considera atacante caro

saopauloadmin21 de janeiro de 2020

Diniz já tem provável time titular do São Paulo para estreia no Paulista

saopauloadmin15 de janeiro de 2020

Diretoria do São Paulo trabalha com três planos para resolver futuro de jovens que estouraram idade da base, confira!

saopauloadmin7 de janeiro de 2020

Janeiro: estreia, clássico e interior

saopauloadmin7 de janeiro de 2020

Novos uniformes do São Paulo? Veja!

saopauloadmin6 de janeiro de 2020